Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

Conheça os 6 pilares do controle de estoque eficiente

293 Visualizações

Conheça os 6 pilares do controle de estoque eficiente

Conheça os 6 pilares do controle de estoque eficiente

Nos dias atuais, a logística representa um grande desafio para o sucesso das empresas, sobretudo no que diz respeito ao controle de estoque.

Sem o acompanhamento de fatores como previsão de demanda e entrada e saída de mercadorias toda a cadeia de produção pode ficar comprometida.

Entenda, no artigo de hoje, quais são os desafios do controle de estoque eficiente e conheça os 6 pilares que garantem o sucesso desse importante processo logístico. Confira!

Entenda os desafios do controle de estoque eficiente

No mercado atual, competitivo e dinâmico, a logística assume um papel cada vez mais estratégico dentro das empresas.

O controle de estoque é o processo logístico que possibilitará aos empresários e gestores aproveitarem as oportunidades de negócio oferecidas pelo mercado, otimizando os gastos e oferecendo exatamente os produtos e serviços que os consumidores procuram.

No entanto, as empresas costumam enfrentar várias dificuldades, relacionadas tanto à adoção de práticas de logística obsoletas quanto ao desconhecimento da importância do controle de estoque para o sucesso do negócio.

Dentre os desafios enfrentados pelas empresas para efetuar um controle de estoque eficiente, é possível identificar fatores como:

  • a incapacidade de manter as informações de estoque atualizadas;
  • o distanciamento entre o estoque e os outros setores da empresa;
  • a imprecisão nos cálculos de demanda;
  • o desperdício gerado por compras em excesso e
  • e as lacunas no acompanhamento dos gastos relacionados ao controle de estoque.

Para solucionar esses problemas e otimizar o investimento feito em estoque, é preciso realizar um cuidadoso planejamento, com atenção para determinados aspectos que, quando efetivados em conjunto, colaboram para o sucesso do setor de logística e, consequentemente, de toda a empresa.

Saiba, agora, quais são os 6 principais pilares para construir processos eficientes em controle de estoque.

1. Previsão de demanda

Os processos de controle de estoque dependem diretamente de cálculos precisos da demanda, amparados por um processo constante de análise dos ambientes interno e externo.

Ao identificar corretamente a demanda de cada produto, considerando as variações provocadas pela sazonalidade do mercado, é possível manter o estoque atualizado, sem exagero ou escassez na aquisição de itens — o que evita o desperdício. Essa ação otimiza o investimento em produção e contribui para a melhoria dos resultados econômicos.

A previsão de demanda está relacionada a outro pilar do controle de estoque eficiente, que é o monitoramento da entrada e saída de mercadorias.

2. Monitoramento de entrada e saída

O monitoramento permanente de tudo que entra e sai do estoque fornece às empresas uma série de dados relacionados ao volume de vendas, às preferências do consumidor, às tendências do mercado e, até mesmo, ao desempenho dos fornecedores.

Além disso, esse monitoramento permite manter o estoque constantemente atualizado, garantindo uma margem de segurança para que a empresa desenvolva todas as suas operações com equilíbrio.

Nesse sentido, as informações geradas nos processos de controle de estoque devem ter um padrão determinado de documentação para que possam, de fato, contribuir para o sucesso do negócio.

3. Documentação padronizada

Todo o trabalho feito com o monitoramento de entrada e saída, e também com a previsão de demanda, pode ser perdido se a empresa não contar com um sistema padronizado de documentação e registro do estoque.

É preciso garantir uma unidade na utilização de códigos e nomenclaturas para neutralizar dúvidas sobre quantidade, natureza ou validade dos produtos e materiais, dentre outras informações fundamentais para um controle de estoque eficiente.

Ao garantir o registro e análise de todos os dados relacionados ao controle de estoque, as empresas podem transformar essas informações em inputs para o planejamento estratégico, melhorando seu desempenho no mercado.

A documentação padronizada dos processos de controle permite maior eficácia na atualização do inventário de todos os itens do estoque, como você verá agora.

4. Inventário atualizado

Sem um inventário atualizado, é impossível realizar um controle de estoque eficiente. Além disso, fica difícil encontrar os materiais procurados, saber o que deve ser reposto ou identificar os itens fora da validade, por exemplo.

A empresa deve identificar e relacionar periodicamente todos os materiais e itens presentes no estoque, utilizando as orientações da documentação padronizada já definidas pelo setor de logística.

A frequência da realização do inventário de estoque dependerá de fatores como a natureza do negócio e o volume de entrada e saída de mercadorias, dentre outros. No entanto, o ideal é que as empresas realizem um inventário detalhado, no mínimo, uma vez a cada ano.

A realização do inventário e a sistematização de todos os dados relacionados ao controle de estoque pode ser otimizada pelo uso de softwares e outros recursos tecnológicos de logística.

5. Processos automatizados

A automatização dos processos gerenciais e logísticos é uma tendência que veio para ficar. Existem vários programas e aplicativos desenvolvidos especialmente para solucionar os problemas relacionados ao controle de estoque, garantindo mais agilidade e eficácia em todos os processos.

A gestão automatizada oferece uma vantagem importante, que é a integração do estoque a todas as outras áreas da empresa. Isso dinamiza a rotina e permite que vários setores ofereçam informações relevantes para os processos de controle de estoque, ajudando a garantir um bom desempenho nas estratégias e ações em logística.

Uma vez que todas as áreas da empresa estejam atuando em sintonia para promover um controle de estoque eficiente, é hora de dar atenção para a contribuição de parceiros externos nesse processo.

6. Bom relacionamento com fornecedores

Por fim, para que uma empresa de qualquer segmento tenha sucesso no controle de estoque e nos demais processos logísticos, é fundamental fazer parcerias com prestadores de serviço bem qualificados.

Afinal, atrasos ou acidentes com a reposição de estoque podem comprometer toda a cadeia de produção, prejudicando bastante o desempenho da empresa no mercado.

A transparência nas negociações, a agilidade na entrega de produtos e a excelência na execução de serviços são alguns dos aspectos que devem ser valorizados no relacionamento com os fornecedores.

Desse modo, é possível vencer os desafios do controle de estoque e tornar a logística um componente efetivo do sucesso da empresa.

Quer saber mais sobre controle de estoque e outros processos logísticos, além de conferir dicas sobre gestão, tecnologia e inovação em transporte de cargas? Curta a nossa página no Facebook!

Comentários (1)

  • Anônimo

    |

Deixe um comentário