Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

5 cuidados essenciais no transporte de produtos farmacêuticos

182 Visualizações

5 cuidados essenciais no transporte de produtos farmacêuticos

5 cuidados essenciais no transporte de produtos farmacêuticos

No mundo da logística, dependendo do tipo de produto a ser transportado, diversas particularidades precisam ser observadas e atendidas, já que o seu cumprimento garante a integridade dos itens até o seu destino final. No artigo de hoje vamos falar especificamente sobre o transporte de produtos farmacêuticos.

Quer saber quais cuidados precisam ser tomados ao longo do processo? Então continue com a leitura e confira agora mesmo!

Quais são as especificidades do transporte de produtos farmacêuticos?

Embalagem

É preciso ter o cuidado de embalar os produtos adequadamente, evitando avarias durante o transporte. Para isso, as caixas devem ter o tamanho adequado, não sendo muito justas (correndo o risco de rasgar) e nem muito grandes (para que os itens não fiquem soltos).

Manuseio

Também deve-se tomar cuidado com o manuseio dos itens em todas as etapas, principalmente nos casos em que os itens são mais frágeis, como os que são embalados com vidro.

Temperatura

Existem alguns medicamentos — como as vacinas, por exemplo — que precisam ser acondicionados em temperaturas específicas. Essa característica deve ser seguida à risca, já que corre-se o risco de que os produtos tenham o princípio ativo prejudicado e a eficácia diminuída.

Acondicionamento

O acondicionamento também deve ser realizado de acordo com as especificações dos produtos. Isso vale tanto para questões como a utilização de paletes e o empilhamento máximo de caixas quanto para a escolha do veículo que será utilizado para o transporte dos produtos.

Perecibilidade

Alguns itens têm um prazo de validade curto, o que faz com que seja necessário desenvolver um planejamento de transporte mais rigoroso, visando cumprir os prazos.

Quais são as exigências que devem ser cumpridas?

Não existe uma legislação específica para o transporte de produtos farmacêuticos, mas há regulamentações que devem ser cumpridas, principalmente pelo fato de que fiscalizações podem ser realizadas nas operações.

Outro ponto que vale a pena destacar é a conquista da Certidão de Regularidade Técnica do Farmacêutico, já que em alguns casos existe essa obrigatoriedade de manter um profissional responsável por ajudar no cumprimento das normas e legislações dentro da transportadora.

 

Afinal, quais cuidados devem ser tomados no transporte de produtos farmacêuticos?

Existem diversos cuidados que precisam ser adotados no manuseio e transporte de produtos farmacêuticos. Dentre os principais, podemos citar:

1. Estar em dia com a legislação

É necessário estar por dentro de todas as exigências legais e regulamentações que a empresa deve cumprir para transportar os produtos. Depois disso, é necessário realizar os procedimentos necessários para obtê-las, além de acomodar a estrutura e os veículos para atenderem a esse tipo de operação.

2. Contratar uma transportadora que tenha uma frota adequada

Como dissemos, alguns tipos de medicamentos precisam contar com ambientes diferenciados. Além disso, ainda existem questões como a limpeza, bom estado de conservação, documentações em dia, entre outras coisas.

Outro ponto que vale a pena destacar é o transporte adequado desses itens, evitando colocar no mesmo carregamento cargas que sejam incompatíveis com os medicamentos — como produtos de limpeza, por exemplo. 

3. Investir em treinamento e qualificação dos colaboradores 

Além de contar com profissionais qualificados, que saibam lidar com as particularidades do transporte de produtos farmacêuticos, vale a pena investir em treinamentos periódicos sobre as melhores práticas.

No caso de ser feita uma contratação de outra empresa para a realização do serviço, deve-se estabelecer um padrão de qualidade e as exigências a serem feitas para a transportadora — garantindo que os procedimentos serão seguidos corretamente.

4. Fazer o planejamento de rotas

O transporte deve ser uma etapa cuidadosamente planejada, já que em muitos casos pode envolver a perecibilidade dos produtos. Sendo assim, cada aspecto da rota deve ser levantado e quais são os riscos existentes nessa fase — como atrasos, restrições no trânsito, dificuldades na entrega, entre outros.

Esse é um dos maiores desafios do transporte de produtos farmacêuticos, já que o nosso país tem dimensões continentais e a infraestrutura ainda está muito aquém do necessário. Tudo isso faz com que os itens possam ficar mais tempo do que o ideal expostos a condições adversas.

5. Realizar o monitoramento das cargas

O monitoramento das cargas também é um cuidado fundamental. Além de ajudar a verificar se as rotas estão sendo cumpridas e quais os status de cada entrega, ele é necessário para ajudar a garantir que todos os aspectos relacionados à segurança dos produtos estão sendo cumpridos durante todo o percurso realizado.

Como você pode ver, o transporte de produtos farmacêuticos possui características e exigências que são relacionadas unicamente a esse tipo de serviço. Isso faz com que seja necessário ter uma operação bem estruturada, voltada para uma boa execução dos processos — desde o estoque, até a chegada no destino final.

Suas dúvidas a respeito do transporte de produtos farmacêuticos foram esclarecidas? Compartilhe com a gente sua experiência com a logística deste segmento!

Deixe um comentário