Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

Saiba o que as melhores transportadoras precisam realmente ter!

288 Visualizações

Saiba o que as melhores transportadoras precisam realmente ter!

Saiba o que as melhores transportadoras precisam realmente ter!

O processo de seleção de fornecedores deve ser bem estruturado e criterioso. Afinal, a qualidade dos serviços — e, consequentemente, a satisfação dos clientes — depende da realização de um bom trabalho. Nesse sentido, as melhores transportadoras possuem alguns pontos em comum que ajudam a promover a excelência nos negócios e garantir maior eficiência nas entregas.

No post de hoje vamos apresentar essas questões e explicá-las com mais detalhes, para que você saiba quais critérios são mais relevantes na hora de escolher os parceiros de negócios. Continue com a leitura para saber quais são eles!

Garantia de agilidade nos processos e entrega

Essa é, sem dúvida, uma das principais questões que uma empresa espera de uma transportadora, haja vista que é essa agilidade que garante que os produtos serão entregues dentro do prazo acordado e nas condições adequadas (sem avarias).​

Para isso, o foco deve estar em alcançar a eficiência dos processos — reduzir a burocracia, eliminar etapas desnecessárias que não agregam valor, investir em melhorias contínuas, entre outras ações — e assegurar a qualidade dos serviços.

Sendo assim, busque saber como a transportadora lida com a otimização das atividades e dos investimentos que ela realiza para ter métodos de trabalho cada vez mais aprimorados.

Transparência no status financeiro da empresa

A saúde financeira de uma empresa está diretamente ligada à seriedade com que ela conduz os negócios e à credibilidade que possui no mercado. Essa relação se dá porque, mesmo que os seus pagamentos sejam feitos em dia, existe o risco de que a transportadora não consiga arcar com os custos da operação — caso as finanças não sejam bem controladas.

Nesse sentido, o ideal é optar por parceiros que proporcionam mecanismos de transparência (como um portal, por exemplo) e avaliar o que é feito para reduzir os custos operacionais — grandes vilões de um bom resultado e um risco a mais de sofrer com prejuízos que afetam a perenidade do negócio.​

Conhecer a situação da transportadora antes de contratá-la é uma das melhores maneiras de evitar maiores problemas no futuro — que podem envolver desde a falta de um veículo para uma determinada rota, até a falta de atendimento de uma operação em decorrência da escassez de recursos destinados ao cumprimento do contrato.

Suporte e atendimento à disposição

Outro ponto fundamental que deve ser observado é o atendimento que a transportadora pode oferecer, disponibilizando canais para que se esclareçam dúvidas e uma equipe que seja capacitada para solucionar problemas relacionados ao transporte.

Obter informações relevantes com agilidade pode representar um diferencial competitivo e melhorar a experiência que seus clientes possuem com a sua empresa. ​Um bom exemplo disso é a possibilidade de trabalhar com notificações proativas — em que o consumidor recebe atualizações do status do pedido sem que tenha que entrar em contato primeiro.

Essa estratégia só é possível de ser implementada se a comunicação com os parceiros de negócio for fluida. Para isso, tanto a troca de informações quanto a possibilidade de manter um atendente dedicado à solução dos problemas são questões cruciais para um atendimento de qualidade.

Frota moderna e manutenção em dia

A idade e o estado de conservação dos veículos que compõem a frota são fatores de muita importância e também indicam a preocupação que a empresa tem em modernizar suas operações e de sempre oferecer qualidade nos serviços.

Quanto mais novos e mais bem cuidados forem, melhor. Afinal, são esses carros que farão o transporte das cargas, e qualquer problema mecânico no trajeto pode causar acidentes, danos na carga e atrasos — causando prejuízos até para sua empresa.

Também vale a pena verificar como é a rotina de manutenções da transportadora e se ela possui a quantidade de veículos necessária para atender sua demanda ou até mesmo suprir um aumento inesperado no volume de trabalhos.

Veículos que são inspecionados de tempos em tempos apresentam um risco menor de “quebra” em uma operação, além do fato de que a rotatividade dos períodos de ociosidade (em decorrência da manutenção) deve ser bem planejada, evitando que se tenha desfalque de carros a ponto de prejudicar a produtividade.

Garantia de precisão na emissão da documentação e parte tributária das cargas

Uma transportadora confiável também se mantém organizada com relação à documentação envolvida no serviço e ao recolhimento dos impostos nas suas operações. Esse também é um ponto crucial, já que envolve o Fisco e a possibilidade de sofrer multas e sanções no caso de descumprimento da legislação.

Ainda existe o risco de cometer erros — no caso de uma gestão desorganizada — na emissão dos documentos e os auxiliares (CT-e, CF-e, MDF-e e NF-e), o que pode acarretar pagamento excessivo de imposto, ou o contrário, que pode gerar o pagamento de multas.

O mesmo serve para o recolhimento de ICMS, que deve ser feito da forma correta, respeitando as alíquotas estabelecidas em cada estado.

Garantia de investimento em tecnologia especializada no transporte de cargas

Atualmente, com tanta informação gerada em uma rotina, o investimento em tecnologia deixou de ser um diferencial para ser um recurso indispensável para se alcançar operações mais acertadas, ágeis, produtivas e menos sujeitas a erros.

As melhores transportadoras investem em ferramentas que auxiliam no rastreamento da carga, em sistemas de cálculo automático de frete, em roteirizadores, em soluções que ajudam a fazer a gestão de ocorrências, entre outros aspectos. É o caso do sistema TMS — sigla em inglês para Sistema de Gerenciamento de Transporte —, um software bem completo, voltado para rotinas dessa área.

Além dele, o EDI (Intercâmbio Eletrônico de Dados) e o ERP (Planejamento de Recursos Empresariais) também são excelentes soluções para otimizar os processos e alcançar resultados cada vez melhores.

Esses são os aspectos principais que as melhores transportadoras compartilham em suas operações e que fazem com que elas sejam as melhores opções na hora de contratar um serviço de frete.

Como o transporte está diretamente ligado à experiência que seus clientes vivenciam na sua empresa, deve-se ter o cuidado de não avaliar somente o dispêndio — sendo ideal considerar o custo-benefício.

E você, gostou deste post? Quer saber melhor como avaliar a sua transportadora e conhecer os benefícios de uma boa contratação para a sua empresa? Então baixe o nosso e-book e confira agora mesmo!

 

Deixe um comentário

Open chat