Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

Como terceirizar? 6 cuidados que a sua empresa precisa ter

274 Visualizações

Como terceirizar? 6 cuidados que a sua empresa precisa ter

Como terceirizar? 6 cuidados que a sua empresa precisa ter

O surgimento de estratégias gerenciais mais modernas (como no caso do setor logístico, Click & Collect, Same Day Delivery e  logística reversa), a ampliação da influência geográfica das empresas (por força da internet), a necessidade permanente de reduzir custos e a urgência das organizações em centralizar suas energias em seu core business são algumas variáveis que explicam por que a terceirização de serviços tem ganhado a preferência dos gestores nos últimos tempos, sobretudo a terceirização do transporte das mercadorias.

O transporte, aliás, ganha papel central na terceirização exatamente por ser o elemento mais relevante na composição do custo logístico da maioria das empresas. Além disso, a remessa dos produtos ao consumidor impacta drasticamente a credibilidade da empresa, pois está intimamente ligada a questões como tempo de entrega, confiabilidade e segurança. Mas, independentemente da área, como terceirizar?

Terceirizar a entrega de seus produtos, contratando uma transportadora, traz dinamismo e especialização, reduz custos e aumenta a qualidade dos serviços na empresa, mas é preciso ter cautela. Vamos mostrar 6 cuidados que sua empresa precisa ter ao recorrer a essa estratégia!

1. Pesquise a saúde financeira da transportadora contratada e fiscalize suas obrigações

É preciso pesquisar detalhadamente a situação financeira da terceirizada, avaliando balanços, demonstrativos de resultados, índices de endividamento, etc. Uma vez decidida a empresa que vai prestar os serviços, é altamente recomendável solicitar o Serasa da transportadora que você está contratando. Somente assim a empresa-mãe pode precaver-se e evitar indenizações em via judicial.

2. Verifique se a contratada consegue atender às suas necessidades

Vamos falar desse tópico por meio de um exemplo. Imagine que você tenha frota própria e esteja sofrendo com os altos custos de manutenção de veículos, dificuldades de gestão de logística, problemas na contratação de motoristas, multas frequentes, além da ausência de tecnologia para prestar um serviço de excelência aos seus clientes.

Como terceirizar? Antes de contratar uma transportadora, é imprescindível verificar se a empresa:

  • detém frota de acordo com as demandas de sua empresa;
  • possui sistema de rastreamento de carga on-line;
  • possui prêmios e reconhecimento pela excelência dos serviços prestados;
  • é especializada em carga fracionada, entrega expressa, entre outros serviços especiais que sua empresa necessite;
  • dispõe de roteirizadores para otimizar entregas.

3. Analise se a terceirizada treina constantemente seus funcionários

Para os terceirizados, as relações de subordinação costumam ser confusas e podem gerar problemas se a tomadora não souber como lidar com a situação. É importante entender que os prestadores de serviços da contratada não são seus subordinados; na verdade, eles seguem as rotinas que lhes foram determinadas pelos gestores da transportadora. Diante desse cenário ambíguo, como terceirizar o transporte com eficiência?

É importante analisar se a transportadora possui programa de qualificação permanente aos funcionários que estarão presentes em sua organização. Além disso, é preciso que sejam designados profissionais de sua empresa para orientar os prestadores, a fim de que eles sigam rigorosamente os padrões de sua companhia.

4. Fique atento à regularidade fiscal

Visite os clientes da transportadora antes de contratá-la; pesquise nos sites dos tribunais sobre quais ações foram ajuizadas contra ela; estude os resultados de seus balanços e demonstrativos de resultados; insira no contrato metas de performance: todas essas iniciativas ajudam a evitar a contratação de uma empresa inidônea.

Todavia, devem ser exigidas inúmeras outras documentações. As mais importantes:

  • Certidões Negativas de Débitos (das 3 esferas), incluindo as expedidas pelo INSS;
  • lista dos clientes da empresa, para consulta dos serviços oferecidos;
  • certidões dos Distribuidores de Processos Cíveis, Criminais e Trabalhistas (da empresa e dos sócios);
  • contrato social ou documentação societária atualizada;
  • certidão negativa de reclamações, emitida pelo Procon;
  • em caso de filiação a associações ou sindicatos, solicite a apresentação de declaração de idoneidade.

5. Não se esqueça da importância da comunicação interna

Como terceirizar o transporte com sucesso se sua equipe ainda não entendeu o papel dos “novos colaboradores” na organização? Tenha a certeza de que se a comunicação interna em sua empresa for ineficaz, provavelmente seu esforço na terceirização não será bem-sucedido. Você trará novos funcionários para trabalhar no mesmo espaço e em sintonia com atuais colaboradores de sua empresa; eles, no entanto, terão regimes distintos e remuneração diferente dos seus empregados CLT.

Dessa forma, é preciso mostrar à sua equipe as vantagens da contratação de uma transportadora para o crescimento da empresa (que, em última análise, será refletida no crescimento profissional de todos os funcionários).

6. Entenda que terceirizar o transporte não significa abandonar as atividades da empresa

Apenar para deixar claro: a contratação de uma transportadora é excelente para reduzir custos, aumentar a produtividade e a qualidade dos serviços prestados. Isso porque a aquisição de mão de obra especializada elimina gastos com recrutamento/seleção, diminui o peso dos encargos trabalhistas e proporciona excelência nas atividades realizadas (por força da especialização).

Além disso, a terceirização deste serviço acaba com as dores de cabeça dos gestores com faltas e férias, dado que a contratada possui plantonistas e pode substituí-los por outros com facilidade, mantendo o mesmo grau de conhecimento nas tarefas. Isso sem falar na economia de custos com horas-extras.

Assim, trata-se de uma estratégia poderosa para dar mais competitividade à sua organização; entretanto, é preciso ser cuidadoso na escolha da empresa-parceira para evitar riscos na esfera judicial e administrativa! Lembre-se de que é preciso ter olhos atentos aos serviços prestados, bem como à saúde financeira da contratada e ao adimplemento de suas obrigações.

Para quem pretende terceirizar o transporte, por exemplo, é crucial analisar qual o nível de cuidado das pretensas transportadoras no acompanhamento e manuseio da carga, bem como seus sistemas de segurança operacional e políticas de qualidade.

Cansado de problemas com sua logística? Não sabe como terceirizar determinadas áreas de sua empresa? Assine nossa newsletter e receba dicas exclusivas sobre essas questões! Até a próxima!

 

CTA_Patrus_Checklist saiba como avaliar a sua transportadora!_final

Deixe um comentário

Open chat