Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

Entenda o que é logística integrada e quais os seus benefícios!

779 Visualizações

Entenda o que é logística integrada e quais os seus benefícios!

Entenda o que é logística integrada e quais os seus benefícios!

Com o passar do tempo, os processos logísticos acabaram sofrendo modificações em sua formulação, assim como quaisquer outros dentro de uma empresa. Boa parte dessas mudanças se deram em razão dos avanços tecnológicos e também à necessidade de se adaptar às novas demandas do mercado, que, por sua vez, estão cada dia mais pautadas em agilidade, custos reduzidos, qualidade e boas experiências.

Tal contexto estimulou os avanços da logística para um novo modelo: o da logística integrada. Esse conceito, como veremos adiante, transformou a maneira como a logística se relaciona com outros setores, tanto internamente quanto fora da empresa.

Neste post, vamos nos aprofundar um pouco nessa temática, explicar o que é logística integrada e deixar você informado acerca dos seus benefícios. Confira!

O que é logística integrada?

Durante muito tempo, o conceito de logística abarcava somente atividades relacionadas ao armazenamento e transporte de mercadorias. Contudo, com a evolução das necessidades do mercado, tal conceito se ampliou e, hoje, engloba muito mais variáveis dentro de um negócio.

Os gestores entenderam a necessidade de uma maior interação entre fornecedores, produtos, suprimentos e clientes. Sendo assim, com o auxílio da tecnologia, foi possível realizar essa interação.

Agora, fala-se em uma logística integrada, que trabalha em união com outras áreas, valendo-se de mais fatores para definir e desempenhar as suas atividades de uma forma mais ágil e eficiente.

Dessa forma, como o próprio nome induz, a logística integrada é a interação de todos os processos que a envolvem, desde a sua origem até a efetiva entrega do produto ao consumidor final. O resultado disso é uma gestão mais ampliada, na qual se permite um controle maior de todos os processos que se relacionam com a logística.

Por exemplo, hoje, as empresas podem ter informações precisas sobre as condições dos seus fornecedores, como estoque, transporte etc. Ou seja, podem se programar com mais eficiência para garantir que o processo logístico siga um fluxo contínuo.

Como ela é aplicada na prática?

Falar em logística integrada é falar de uma cadeia de atividades, em que cada uma tem a sua importância, mas, se somadas, compõem um sistema de grande relevância para a estratégia de negócios da empresa.

A comunicação é o cerne desse processo de integração, no qual o compartilhamento de informações é fundamental para uma tomada de decisão mais precisa e articulada.

Na prática, a logística integrada é uma das maneiras mais eficientes de garantir a disponibilidade dos serviços, agilidade das entregas e satisfação do consumidor. Por exemplo, o setor de estoque de uma empresa fornece informações ao setor de compras para avaliação da necessidade do que comprar.

Esse, por sua vez, repassa as informações para os fornecedores que comunicam sobre a disponibilidade do que a empresa necessita, bem como os prazos para entrega etc. Percebe como há uma cadeia integrada de comunicação?

Como funciona a logística integrada?

Expressivamente, é possível determinar uma característica de integração por todo o processo o qual se associa à logística, desde a pré-produção até o ponto em que o produto é entregue ao cliente final.

Para isso, as empresas que almejam implementar a logística integrada precisam de um mecanismo capaz de realizar o controle em todo o fluxo logístico. Dessa forma será possível organizar toda essa série de tarefas.

Também, é preciso que se determine exatamente quem serão os responsáveis pelas várias atividades envolvidas, como nos campos de planejamento e implementação, e que controle terá cada etapa.

Assim, será possível proporcionar maior agilidade ao processo no caso de ocorrer algum imprevisto, a fim de evitar possíveis falhas.

Desse modo, com o objetivo de auxiliar no processo de inserção desse tipo de logística, podemos dividir o seu funcionamento nas seguintes áreas:

1. Fluxo dos materiais

Essa é a área que vai atuar diretamente com a entrada e saída de matérias-primas e com sua gestão, a fim de evitar desperdícios e amenizar o máximo de perda de materiais.

Outra função que pertence a quem for lidar nesse setor da logística integrada é ter habilidade e técnica para saber negociar a melhor maneira de providenciar meios de transporte.

Além disso, é preciso garantir a qualidade em todo o processo, como a entrada e saída de mercadorias nos centros de armazenagem e a chegada da mercadoria ao consumidor final.

Outra peculiaridade muito importante para quem atua nessa área diz respeito ao convívio com os fornecedores, como saber acelerar todo o processo de produção.

Feita de acordo com o esperado e com eficiência nas empresas, essa função permite o controle do volume de produtos que necessitam ser mantidos nos centros de distribuição. O profissional responsável por esse setor deve fazer o controle do tempo de chegada dos itens para que não ocorra nenhum atraso.

2. Circulação das matérias-primas

Trata-se das funções do profissional que será o encarregado por realizar tarefas ligadas ao deslocamento de matérias-primas e insumos capazes de acelerar toda a linha de produção.

Do mesmo modo que o fluxo de materiais, com controle dos desperdícios, evita-se possível falta de material para dar andamento ao processo produtivo. Isso envolve todo o processo de deslocamento dos materiais, bem como a ajuda para que eles cheguem até a área de expedição em ótima qualidade.

Esse profissional também fica responsável pelo tempo gasto em todo esse processo na logística, com o objetivo de que seja o mais eficiente possível e evite quaisquer atrasos.

3. Transporte e distribuição

Nessa categoria ocorre a finalização de todo o processo. Aqui, o produto chega ao destino, tanto nos pontos de distribuição como nos pontos de vendas ao consumidor final. Ressalta-se que tudo deve estar dentro dos moldes exigidos de qualidade e valores competitivos.

Enfim, a logística integrada vem sendo bastante utilizada no momento em que as empresas precisam de maior agilidade nos processos quando envolvem grandes deslocamentos.

Além do mais, esse mecanismo pode ser explicado de modo bastante simples: listando todas as etapas da logística dentro da empresa, desde o início da produção, passando pelas vendas e, ao final, alcançando o consumidor.

Qual a efetividade da logística integrada?

Conseguir agilidade em distintos processos significa ter controle do fluxo logístico. Isso se traduz em organizar todas as atividades dos setores da empresa de modo simultâneo e otimizado, desde a origem da matéria-prima até o transporte e distribuição do item ao consumidor final.

Em síntese, a opção da logística integrada pela empresa propicia as seguintes vantagens:

  • rapidez da área de produção;

  • sistematização dos processos;

  • credibilidade das Informações;

  • diminuição de custos dos processos logísticos;

  • minimização de desperdícios produtivos;

  • ordenação de tempo de movimentação de itens;

  • disposição e coordenação de todos os processos;

  • organização eficaz e inteligente.

Com essa administração, o foco em aprimoramento deixa de estar apenas nos processos logísticos para otimizar os resultados de todos os momentos envolvidos, do empreendimento e da cadeia, de uma forma geral.

Quais são os benefícios da logística integrada para a sua empresa?

Inovar os processos logísticos, otimizar seus sistemas e o fluxo de trabalho são alguns exemplos de benefícios que uma logística integrada consegue proporcionar. No entanto, existem outros que merecem um certo destaque. Vejamos:

1. Reduz custos operacionais

A possibilidade que o gestor tem de gerenciar todos os processos logísticos de maneira integrada viabiliza uma estruturação mais eficiente das fases de armazenagem, distribuição e circulação de produtos, evitando que qualquer uma delas sofra com falhas.

Essa visão estratégica, de maneira direta, permite um planejamento operacional a custos reduzidos, pois cria-se um ambiente mais eficiente e produtivo, no qual falhas e inconsistências são raros — o que afeta positivamente o nível de satisfação do cliente.

Além disso, a otimização proporcionada reduz os custos com desperdício de tempo, materiais e retrabalho da equipe.

2. Aumenta a lucratividade

Ao arriscar nas melhores estratégias logísticas e diminuir os custos, especialmente os operacionais, é possível ampliar a lucratividade da sua empresa. Com a ajuda das tecnologias e o auxílio de um software de gestão, o trabalho das diferentes áreas envolvidas com a logística é melhorado, e cada uma das funções é exercida de forma pensada e articulada para disponibilizar as melhores condições para o caixa do seu negócio.

O método de produção — desde a fabricação até a entrega na casa do consumidor — seguido de perto pelo gestor proporciona melhora na qualidade do serviço oferecido. Desse modo, a busca pelos produtos de sua marca assim como as taxas de conversão aumentam. Dessa maneira, as perdas de produtos que voltavam caem, e os lucros sobem.

3. Satisfaz os stakeholders

Stakeholder é um termo que indica fornecedores, funcionários e clientes. Levando em consideração que a estrutura logística estará melhor coordenada, o contentamento de todos os envolvidos com tais processos também se torna um fato.

A logística integrada viabiliza que sejam proporcionados preços adequados e atendimento aos clientes, uma vez que são reduzidos os custos dentro do negócio — conforme aumentam a produtividade e a eficiência na realização dos processos (e maior eficiência quer dizer prazos de entrega cumpridos de forma ágil).

4. Torna os processos mais ágeis

Um sistema de logística que trabalha de forma integrada com diferentes setores permite uma maior agilidade nos processos da sua empresa.

A comunicação estratégica entres todas as etapas da logística facilita significativamente a tomada de decisão, pois mais pessoas acabam se envolvendo, poupando tempo e melhorando a qualidade das decisões.

Além disso, toda essa integração permite uma maior previsibilidade de todas as etapas, o que torna possível a adaptação rápida a demandas repentinas de trabalho, por exemplo.

Em outras palavras, todos esses fatores contribuem para que os processos sigam um fluxo contínuo. Evitando interrupções por falta de informações vindas de outras etapas ou por falta de sincronia na cadeia logística.

5. Gera uma vantagem competitiva

A empresa que possui uma cadeia logística precisa e eficiente, sem dúvida alguma, sai à frente na competição empresarial. Afinal, não é novidade para ninguém que os processos que envolvem o transporte de produtos é um dos mais valorizados pelo consumidor final.

Dessa forma, uma logística integrada, na qual a agilidade, confiabilidade e eficiência estão presentes, cria um diferencial competitivo altamente valioso diante daquelas empresas que continuam a trabalhar com os modelos logísticos tradicionais.

Atualmente, o cliente preza e demanda por entregas rápidas. Ele quer ter seus produtos entregues a tempo, no prazo estipulado e, ainda, quer pagar um preço justo. Tudo isso é atingível por meio de uma logística integrada. Daí o motivo de dizermos que ela é um grande diferencial competitivo.

6. Diminui os riscos

Outro benefício da logística integrada é a diminuição dos riscos comuns aos processos de controle, movimentação, armazenamento e distribuição de mercadorias. Como a logística integrada equivale a um planejamento sistêmico — ou seja, à constituição de um sistema de controle e gerenciamento —, quaisquer operações e dados estarão adequadamente interligados entre si.

A associação dos processos permite um controle mais objetivo e seguro, de modo a alcançar o fim a que se sugere. O reconhecimento de falhas é bem mais preciso, bem como a antecipação de erros e riscos — e, como se sabe, a opção de métodos preventivos é muito mais eficaz do que aguardar os erros ocorrerem para proceder com correções.

A administração de riscos ocorridos pela aplicação da logística integrada traduz-se, em suma, de três maneiras:

  • reconhecimento das falhas já existentes e emprego de medidas corretivas ulteriores;

  • antecipação da possibilidade de riscos e adoção de técnicas preventivas para reduzir os riscos;

  • visualização de circunstâncias e desenvolvimento de métodos eficazes para solucioná-los se vierem acontecer.

Diminuir riscos é uma grande vantagem competitiva, considerando que os riscos ocasionam perdas de todas as formas, incluindo de produtividade, financeiras, materiais e de clientes.

7. Otimiza a gestão

Integrar toda a cadeia de processos logísticos torna a gestão da logística muito menos complexa. O gerente acaba tendo um controle maior sobre as informações e, de maneira geral, sobre tudo aquilo que é importante para o seu trabalho. Isso facilita a tomada de decisão e a identificação da necessidade de alguma intervenção.

Além disso, a melhora na comunicação entre os envolvidos facilita a dinâmica do trabalho e o seu acompanhamento, pois permite que o gestor saiba exatamente onde deve intervir e a quem se reportar, caso algum problema seja identificado.

Por fim, agora que você sabe o que é logística integrada e conhece alguns dos seus benefícios, não hesite em promover tal integração o quanto antes na sua empresa. Afinal, como vimos, a tendência é que esse modelo se torne mais comum, em razão da sua grande utilidade para as empresas e para as suas estratégias de negócios. Então, agora é com você!

E aí, gostou do nosso artigo sobre a logística integrada e quais são seus benefícios? Então, que tal conhecer a importância e as principais estratégias da logística sustentável?!

Comentários (1)

  • Anônimo

    |

Deixe um comentário