Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

Conheça 5 das principais novas áreas da logística

452 Visualizações

Conheça 5 das principais novas áreas da logística

Conheça 5 das principais novas áreas da logística

A gestão dos processos logísticos não para de evoluir. A cada ano, surgem novas áreas da logística graças à especialização dos conhecimentos e ao desenvolvimento tecnológico.

Acompanhar essas novidades é de extrema importância para o sucesso dos negócios. A partir das inovações em logística, as empresas podem melhorar seus processos e alcançar resultados mais expressivos no mercado.

Confira, no post de hoje, quais são as cinco principais novas áreas da logística e saiba como fazer delas uma vantagem competitiva. Boa leitura!

1. Comunicação móvel

Nos últimos anos, o uso dos celulares e demais dispositivos de comunicação móvel ganhou destaque no cenário da gestão empresarial.

O impacto do uso das tecnologias sobre as operações logísticas é bastante notável, fazendo com que essa seja uma das novas áreas da logística que mais merece a atenção dos gestores na atualidade.

Para as operações de transporte e distribuição, a maior vantagem da comunicação móvel é o aprimoramento da gestão, facilitando a troca de informações entre todos os agentes responsáveis pela movimentação das mercadorias.

Por permitir que gestores e colaboradores tenham acesso aos dados gerenciais mesmo quando estão fora da empresa, a tecnologia mobile melhora o fluxo de informações e aumenta a agilidade na resolução de problemas.

A evolução digital e o aprimoramento dos softwares e aplicativos para comunicação móvel são as bases para o fortalecimento de outra área da logística, sobre a qual falaremos agora.

2. E-commerce

Apesar das compras pela internet já se apresentarem no mercado brasileiro como uma forte tendência há bastante tempo, o setor logístico só começou a incorporar essas mudanças recentemente.

Tanto que muitas empresas passaram a investir na terceirização dos serviços logísticos justamente para dar o devido suporte às atividades de e-commerce, aproveitando todas as vantagens que a contratação de fornecedores capacitados pode oferecer para o negócio.

Por outro lado, o crescimento do e-commerce enquanto uma das novas áreas da logística está associado a outra tendência, que é o omnichannel.

Com a integração das operações de venda físicas e virtuais, a eficiência do setor logístico passa a ser fundamental para o processamento dos pedidos, a previsão de demanda, o controle de estoque e a distribuição das mercadorias, entre outros processos.

Ainda que os processos offline permaneçam como parte importante da cadeia de suprimentos, a digitalização ganha cada vez mais espaço na logística.

Prova disso é o surgimento da robótica como uma das novas áreas da logística. Entenda melhor essa questão agora!

3. Robótica e a internet das coisas

De uma forma geral, a implementação da logística integrada já é amplamente sustentada pela utilização de ferramentas tecnológicas especialmente desenvolvidas para otimizar os processos logísticos.

Entretanto, nos últimos anos, a robótica e a internet das coisas passaram a se configurar como uma área mais específica da logística.

Esse fenômeno deve-se, em grande parte, à exigência de agilidade nas entregas e de economia de recursos na realização dos demais processos logísticos.

Inclusive, algumas empresas brasileiras já estão testando a realização de entregas por meio da utilização de drones.

Com o aumento da integração entre os equipamentos e processos, é possível esperar uma automatização ainda maior da logística, exigindo dos gestores e colaboradores a capacidade de incorporar essa tendência.

Esse é o principal desafio que a experiência Same Day Delivery enquanto nova área logística oferece para as empresas, conforme você verá a seguir.

4. Same Day Delivery

A satisfação dos consumidores com uma experiência de compra depende, entre outros fatores, da rapidez e do estado nos quais suas mercadorias são entregues.

Nesse sentido, a proposta do Same Day Delivery — “entrega no mesmo dia”, na tradução para o português — é garantir que as compras cheguem aos clientes com velocidade e qualidade máximas.

Para isso, as empresas estão investindo na otimização dos centros de distribuição, com atenção especial para os processos relacionados ao controle de estoque, à rotatividade de produtos e ao monitoramento das cargas.

Para que essa inovação possa ocorrer, as empresas devem investir, também, na logística reversa.

5. Logística reversa

Apesar de ser um conceito antigo, faz pouco tempo que a logística reversa passou a ser reconhecida como uma das áreas da logística.

Por essa razão, muitas empresas ainda enfrentam dificuldades para implementar ações realmente efetivas quanto ao controle do fluxo de materiais e produtos desde o início da produção até o uso das mercadorias pelo consumidor.

Entre os desafios encontrados pelos gestores, chama atenção a demanda apresentada pela resolução dos problemas relacionados à satisfação dos consumidores.

Uma vez que a comunicação digital imprimiu velocidade à experiência de compra, os clientes esperam que as empresas tenham a mesma agilidade para atender às suas reclamações sobre os produtos ou serviços.

Dessa forma, a logística reversa torna-se um fator essencial para a qualidade do relacionamento entre as organizações e o público consumidor, promovendo a fidelização de clientes e a conquista de uma imagem e reputação organizacionais positivas.

Considerando a concorrência acirrada do mercado atual, podemos afirmar que o investimento em logística reversa e nas novas áreas da logística confere às empresas uma excelente vantagem competitiva.

Por isso, para finalizar nosso post, falaremos sobre a importância estratégica que o acompanhamento das novas áreas da logística tem para o crescimento dos negócios a curto, médio e longo prazo.

Entenda a importância estratégica das novas áreas da logística

Para crescer no mercado, além de melhorar o relacionamento com os clientes, as organizações precisam executar processos logísticos mais enxutos, reduzir os custos e aumentar o aproveitamento dos recursos.

Ao acompanharem a evolução das novas áreas da logística, os gestores encontram soluções inteligentes para conferir flexibilidade, eficiência e produtividade não apenas ao setor logístico, mas aos demais setores da empresa como um todo.

Sendo assim, o investimento em tecnologia e inovação aplicadas à logística deve ser uma das prioridades do planejamento estratégico da organização.

De fato, as principais mudanças observadas na gestão empresarial e no setor logístico nos últimos anos foram impulsionadas pelo avanço dos softwares, aplicativos e demais ferramentas digitais.

Entretanto, para que possa beneficiar os processos gerenciais e operacionais, o emprego da tecnologia deve acontecer de forma qualificada.

Ele deve fazer parte de uma estratégia delineada para permitir que as pessoas e as estruturas que compõem a organização absorvam todas as novidades com eficiência.

Quer acompanhar todas as notícias sobre as novas áreas da logística e saber mais sobre inovação, tecnologia e gestão empresarial? Siga os perfis da Patrus Transportes no Facebook e no YouTube!

 

Deixe um comentário

Open chat