Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

Qual o papel do gerente de supply chain?

409 Visualizações

Qual o papel do gerente de supply chain?

Qual o papel do gerente de supply chain?

Se o gerente de logística dentro de uma empresa é responsável pela gestão dos materiais e pela criação de planejamentos eficientes para garantir o armazenamento, transporte e distribuição de recursos, o gerente de supply chain é encarregado de assegurar a integração para que esses processos funcionem.

O supply chain não se limita apenas à integração dentro da empresa, mas abrange também o relacionamento com os clientes e fornecedores em níveis variados, como os clientes dos clientes e o monitoramento do produto desde a matéria-prima.

Mas qual é de fato o papel do gerente de supply chain? Qual a importância desse profissional? Qual a diferença entre o gerente de supply chain e o gerente de logística? E como melhorar a rotina de um gerente de supply chain?

Continue a leitura deste post e descubra a resposta para esses questionamentos!

O que faz um gerente de supply chain?

De forma mais clara, supply chain (cadeia de suprimentos, em português) é o sistema que organiza pessoas, tecnologias, recursos, informações e atividades que envolvem a movimentação de um produto ou serviço para suprir as demandas de clientes e moldar todo o processo de produção.

O gerente de supply chain é responsável por supervisionar tudo isso e garantir que toda a estrutura disponível esteja voltada para que o produto ou serviço saia da empresa e chegue ao cliente final da forma mais segura, barata e rápida possível.

Para garantir que isso ocorra, esse profissional precisa negociar diretamente com áreas como marketing, vendas, produção, logística, fornecedores de matéria-prima, fornecedores de serviços e clientes.

Se a equipe de marketing cria uma campanha para um determinado produto, esse gerente deve criar estratégias para garantir que haja matéria-prima, que a produção entregue a quantidade necessária de mercadoria e que a logística e distribuição garantam os produtos no PDV. Tudo isso levando em conta o tempo, a qualidade e o custo.

Qual é a importância do gerente de supply chain?

Em grandes empresas que demandam uma logística mais complexa, o trabalho desse profissional é crucial para o sucesso de várias operações. Por envolver muitos recursos, tanto materiais quanto humanos, o gerente de supply chain precisa ter muita desenvoltura pessoal, além de grande capacidade de organização e planejamento.

As tendências, aliadas aos novos hábitos de consumo e ao crescimento dos negócios multicanais, aumentam a importância desse profissional, visto que, para lidar com esses novos modelos, é preciso criar estratégias diferenciadas com entregas cada vez mais frequentes e em menor volume.

Com essas atribuições e características, fica clara a importância que o profissional tem para qualquer empresa. É possível dizer que, sem um trabalho de excelência por parte do gerente de supply chain, toda cadeia logística está fadada ao fracasso e, consequentemente, os lucros da organização também.

Qual é a diferença entre o gerente de supply chain e o gerente de logística?

À primeira vista, as duas profissões podem parecer a mesma coisa, pois, em algumas empresas, o mesmo profissional pode exercer os dois cargos. Porém, existem algumas diferenças.

O gerente de logística é encarregado pela integração intraempresarial, ou seja, dentro da empresa. Já o gerente de supply chain é responsável pela gestão interempresarial, ou seja, entre empresas.

Essa divisão funciona da seguinte forma: o gerente de logística se encarrega diretamente do armazenamento e transporte das mercadorias do ponto inicial até a entrega, além da aquisição de insumos.

O gerente de supply chain fica responsável por abranger uma visão mais estratégica e completa sobre os processos logísticos. É como se o supply chain fosse “um todo”, e a logística, o núcleo principal.

Agora que você sabe o que é supply chain e o que faz o gerente do setor, veja a seguir 4 dicas para tornar a rotina de um gerente de supply chain mais produtiva.

Como tornar a rotina de um gerente de supply chain mais produtiva?

Mantenha o registro dos processos

O primeiro passo é garantir que a organização tenha todos os processos registrados, pois é somente dessa forma que o gestor terá total controle das operações.

Nessa etapa, quanto mais dados e informações o gerente tiver, com maior facilidade e precisão ele identificará as fragilidades na cadeia de suprimentos.

Exemplo de fragilidades nesse sentido é quando o setor demora um tempo considerado para cumprir determinadas atividades ou quando se está refém de um fornecedor, o que deixa a gestão numa posição desfavorável nos momentos de negociação.

Mantendo o controle de todas as etapas da linha de produção, o gerente conseguirá até mesmo prever adversidades e agilizar as suas resoluções.

Integre todos os envolvidos na cadeia

Supply chain tem a integração como um dos seus principais fundamentos, e o trabalho do gerente é garantir que isso aconteça. Aplicar uma integração correta torna possível realizar as projeções de vendas feitas nos planejamentos estratégicos da empresa.

Veja abaixo algumas áreas que merecem atenção especial para integrar os processos e informações:

  • operações;

  • produção;

  • finanças;

  • marketing;

  • vendas;

  • fornecedores;

  • clientes (distribuidores, lojistas).

Monitore o desempenho dos seus fornecedores

Os fornecedores precisam ser vistos como parceiros de negócio. Se o trabalho de um fornecedor não for realizado de maneira satisfatória, dependendo do produto ou do seu planejamento, esse contratempo pode trazer um grande prejuízo para empresa.

Sendo assim, é essencial que o gestor de supply chain monitore os seus fornecedores por meio de KPIs. Dessa maneira, ele conseguirá garantir a eficiência dos serviços e a capacidade produtiva que gera bons resultados. Além, é claro, de se resguardar e se preparar para eventuais falhas vindas de fora.

Além disso, é sempre importante pontuar que, para uma empresa se manter no topo, é essencial ficar atenta não somente no que ocorre internamente, mas também no seu entorno e em tudo e todos que, de alguma forma, estão envolvidos no seu processo de produção.

Use um único software para gestão

Quanto mais ferramentas para gerenciar as operações, maior serão o tempo de aprendizagem e o número de processos burocráticos. Por isso, é indicado que se utilize apenas um software. Ele deve possuir as funcionalidades de que a empresa precisa e possibilitar a integração com os softwares de outras áreas e até mesmo de empresas parceiras.

Isso torna a curva de aprendizagem menor, aumenta a produtividade e reduz a chance de erros ao executar tarefas.

Em suma, o gerente de supply chain é o profissional encarregado por organizar as relações entre fornecedores e logística, trabalhar para buscar melhorias, diminuir custos e aumentar a qualidade dos processos, sendo determinante para o sucesso da organização.

Agora que você conhece o papel do gerente de supply chain, descubra os 5 problemas que atrapalham a gestão da qualidade em logística!

 

Deixe um comentário