Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

As 7 melhores práticas para garantir o prazo de entrega para o cliente

208 Visualizações

As 7 melhores práticas para garantir o prazo de entrega para o cliente

As 7 melhores práticas para garantir o prazo de entrega para o cliente

O comércio online cresceu muito nos últimos anos e ganhou diversos adeptos. Mesmo quem desconfiava, ou nunca tinha comprado algo pela internet, passou a aderir a essa tendência, afinal compras digitais apresentam muitas vantagens.

É possível encontrar praticamente tudo, comparar preços na velocidade de um click e receber o produto em casa, com muita comodidade. Nesse contexto, empresas começaram a investir no processo de compra, oferecendo fretes por um bom preço ou mais velozes.

Assim, é possível encontrar o que tanto se procurava e ter o item em mãos em pouco tempo. Lembre-se de que nada deixa um cliente mais irritado do que não receber seu produto dentro do prazo de entrega prometido.

Essa frustrante experiência pode gerar reclamações, que ficam registradas online e nas redes sociais. Além de perder clientes, a marca pode acabar com a sua imagem de comprometimento.

Portanto, aprender a contornar os desafios logísticos e investir em boas práticas de gestão de transportes são iniciativas fundamentais para evitar prejuízos e manter a integridade da companhia, garantindo bons resultados sempre. 

Se você deseja saber como assegurar serviços de qualidade e o prazo de entrega dos produtos para os clientes, conheça 7 técnicas que vão otimizar as operações logísticas do negócio. Acompanhe! 

1. Organize os processos logísticos da empresa 

Primeiramente, é preciso definir um processo estruturado de produção, a fim de não gerar prazos irreais que possam frustrar as expectativas do cliente. Considere todo o fluxo de sua cadeia produtiva: quanto tempo leva para que o fornecedor entregue os insumos? 

Se você descobrir que precisa agilizar o processo, avalie onde podem ser feitos ajustes: seus fornecedores entregam no prazo? Sua transportadora está prestando um bom serviço?

Talvez seja a hora de mudar. Busque por parceiros que possam agregar mais valor às suas operações e atendam às demandas de forma mais eficiente. 

2. Mantenha o estoque atualizado 

Parece mentira, mas um caso muito recorrente de frustração dos clientes no momento de compra é receber uma notificação de que o produto não está disponível em estoque. Por mais que a empresa ofereça um reembolso ou apresente um novo prazo de entrega, é natural que o consumidor fique muito desapontado. 

Situações como essa podem ser evitadas se a marca investir em software e processos que garantam um estoque sempre atualizado e registrem alterações em tempo real, com precisão. Assim, o empreendimento não corre o risco de vender o que não possui na realidade. 

3. Terceirize o transporte 

Investir em um sistema logístico próprio pode ser uma operação custosa e também trabalhosa para muitas empresas.

É preciso garantir bons veículos — com a manutenção em dia —, contratar funcionários, treiná-los, gerenciar a frota e as rotas de entrega, entre outros pontos. É um serviço que exige tempo, recursos e muita responsabilidade. 

Um sistema que não opera com total eficácia impacta diretamente na entrega dos produtos. Por isso, muitas empresas têm optado por terceirizar e contratar transportadoras, que, com a expertise e o tempo de experiência no mercado, oferecem um serviço mais eficiente. 

Essas companhias já contam com uma estrutura montada, funcionários capacitados e serviços de tecnologia, além de conhecerem a fundo todos os processos de logística. Assim, é essencial procurar por aquela que seja confiável e esteja alinhada com as práticas mais modernas do setor.

Dessa maneira, você assegura um serviço de qualidade para seu cliente, consegue reduzir custos operacionais e, finalmente, cumprir o prazo de entrega. 

4. Acompanhe a carga em tempo real 

Os avanços da tecnologia permitem recursos como o monitoramento em tempo real da frota, por meio de sistemas baseados em GPS. Dessa forma, é possível rastrear uma determinada entrega e descobrir o motivo do atraso.

Caso seja necessário, a empresa pode também desviar e sugerir uma nova rota para o motorista, sem comprometer o prazo. Ferramentas de rastreamento garantem mais segurança e o controle da carga, além de permitirem o acompanhamento do desempenho do condutor e até a comunicação com ele. 

Caso algum problema aconteça, a informação será enviada previamente, para que a previsão de entrega seja recalculada. Quando mais cedo o cliente receber um comunicado sobre o status — e possível atraso — do seu produto, menos ansioso e irritado ficará com a notícia.

Portanto, mesmo que o item não chegue no prazo correto, provavelmente o consumidor será mais compreensivo. 

5. Invista em um bom relacionamento com os fornecedores

Os fornecedores têm uma importância ímpar para as operações de empresas que trabalham com produtos ou serviços. Tanto que, nos dias de hoje, uma gestão mais estratégica da fonte de fornecimento é indispensável para empreendimentos que desejam crescer e se destacar no mercado. 

Por isso, contar com boas parcerias é fundamental. Além de acertar na escolha, é preciso investir em práticas para mantê-las sempre ao seu lado e assegurar que nunca faltarão materiais para a cadeira produtiva (o que resultaria em atrasos na fabricação). 

Manter um bom relacionamento com fornecedores, baseado em uma parceria de negócios, é a chave para conseguir boas negociações, insumos de qualidade e, consequentemente, um estoque bem recheado, além de clientes satisfeitos. 

6. Calcule os riscos 

Eventualidades fazem parte da vida, e a tarefa de um bom gestor é estar sempre preparado. Há diversas variáveis que podem colocar sua produção (ou a remessa de produtos) em xeque e causar atrasos.

O ideal é fazer uma análise e calcular os riscos, levando em conta os imprevistos inerentes à atividade da sua empresa. 

Tenha sempre um plano B: um fornecedor que possa suprir uma demanda de última hora; uma transportadora experiente, que possua uma estrutura para fazer várias remessas de caráter urgente ao mesmo tempo; ou um gestor de frotas habilidoso, que esteja preparado para lidar com problemas nas rotas. 

7. Observe se a transportadora planeja rotas 

Otimizar rotas pode ser uma excelente maneira de garantir que os produtos cheguem ao destino dentro do prazo de entrega.

Com a ajuda de ferramentas que planejam trajetos, é possível traçar caminhos mais curtos ou até evitar estradas de difícil acesso e mal conservadas — que aumentam o risco de acidentes — e vias com tráfego intenso. 

Assim, o estudo de rotas vai além de escolher o percurso mais rápido. Essa estratégia permite adotar um trajeto — e também outras boas alternativas — mais eficaz, que facilite o trabalho do motorista e agilize todo o processo. 

Respeitar o prazo de entrega e enviar produtos de qualidade é a melhor fórmula para conquistar a fidelidade dos clientes e garantir mais lucratividade e crescimento para a empresa. Confira se a sua transportadora atenta para estas questões, para que seus clientes tenham uma melhor experiência de compra!

Gostou do nosso conteúdo sobre boas práticas de logística? Conhece mais alguma técnica para cumprir o prazo de entrega para os clientes? Conte nos comentários e compartilhe suas ideias conosco!

Deixe um comentário