Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

Os 6 maiores problemas de logística no Brasil e como superá-los

1346 Visualizações

Os 6 maiores problemas de logística no Brasil e como superá-los

Os 6 maiores problemas de logística no Brasil e como superá-los

O Brasil é um país de muitos recursos e grandes possibilidades de crescimento econômico. Entretanto, as empresas enfrentam desafios logísticos enormes, tais como o alto risco de roubo de cargas ou a alta carga tributária imposta ao transporte e à distribuição de mercadorias.

Entenda, no artigo de hoje, quais são os principais problemas de logística no Brasil e o que sua empresa pode fazer para superá-los.

1. Roubo de cargas

Na atualidade, o roubo de cargas e a constante insegurança das estradas é um dos maiores problemas de logística no Brasil. De fato, os ataques de quadrilhas especializadas aumentam a cada ano, gerando prejuízos consideráveis para o patrimônio das empresas e colocando em risco a vida dos motoristas e demais colaboradores responsáveis pelo transporte de mercadorias.

Para combater esse problema, as empresas devem investir em estratégias preventivas, baseadas no uso de recursos como o monitoramento de cargas e o planejamento de rotas.

O treinamento e capacitação dos motoristas também é importante, sobretudo para que eles possam evitar os horários e os trajetos mais sujeitos à ocorrência de assaltos. Muitas empresas estão investindo na contratação de escolta armada para proteger suas mercadorias, além de procurar a parceria com seguradoras de cargas.

Mas a malha rodoviária brasileira não é um problema apenas devido à insegurança, mas também às más condições das estradas por onde os veículos circulam diariamente.

2. Más condições das estradas

O baixo investimento do poder público na melhoria da malha rodoviária é uma questão bastante antiga quando pensamos nos problemas de logística no Brasil

Em uma primeira análise, as deficiências mais marcantes estão na infraestrutura precária, falhas na pavimentação, buracos, pouca iluminação e sinalização ruim, entre outros déficits.

Consequentemente, essa realidade gera o aumento do tempo necessário para realizar as entregas, causa danos na frota e na carga e contribui para a ocorrência de acidentes, elevando muito os custos logísticos.

A adoção do planejamento estratégico em logística, com o emprego de ações relacionadas à inteligência geográfica, é a solução mais indicada para que as empresas possam vencer o desafio da má condição das rodovias. O fato de alguns trechos destas estradas serem de empresas privadas, que cobram pedágios para manter a manutenção das rodovias, geram um custo adicional mas evita a falta de segurança no trajeto por más condições.

Entretanto, para lidar com os riscos oferecidos pelas estradas, as empresas precisam investir também no emprego adequado da tecnologia, questão que se apresenta como outro grande problema do setor no Brasil.

3. Uso ineficaz da tecnologia especializada

A automação dos processos logísticos é uma realidade inegável. A cada ano, surgem softwares e aplicativos especialmente desenvolvidos para facilitar as ações relacionadas à gestão de estoque, ao planejamento de rotas e ao rastreamento de mercadorias, entre outras.

Assim, o uso eficaz da tecnologia tornou-se um fator fundamental para o sucesso das empresas, seja qual for o seu porte ou o seu segmento de atuação.

Porém, muitas empresas ainda encontram dificuldades para aproveitar todas as vantagens que as ferramentas digitais podem oferecer, negando a importância da tecnologia no mercado atual.

Paralelamente ao uso ineficaz da tecnologia, a existência de muitos veículos velhos ainda em circulação contribui para ou aumento dos custos logísticos, prejudicando o desenvolvimento das empresas.

4. Má qualidade da frota em circulação

Devido à ingerência dos organismos legisladores, a frota de veículos responsáveis pelo transporte de cargas representa um dos maiores problemas de logística no Brasil.

De fato, existem caminhões em circulação há mais de 20 anos. Essa desatualização dos veículos acarreta uma série de outras dificuldades relacionadas tanto à segurança nas estradas quanto à eficácia no cumprimento dos prazos de entrega.

O risco de acidentes com veículos sem manutenção, por exemplo, é muito maior, sem contar com os atrasos e com a exposição da carga a assaltos.

Além de fazer a gestão de frotas de maneira eficiente, garantindo a manutenção dos caminhões, as empresas podem encontrar na terceirização uma solução para evitar os prejuízos relacionados à má qualidade dos veículos. Essa questão está entre os principais problemas gerados pela informalidade do transporte rodoviário no Brasil, conforme vamos explicar a seguir.

5. Informalidade do transporte rodoviário

Caminhões em péssimo estado, motoristas despreparados, jornadas de trabalho exaustivas e descumprimento das obrigações legais: esses são apenas alguns dos recortes possíveis da situação na qual se encontra boa parte do transporte rodoviário no Brasil.

Mais uma vez, a ineficácia das autoridades e a insistência de alguns gestores em adotar práticas ruins contribuem para tornar os custos logísticos cada vez mais elevados.

Nessas condições, o risco de acidentes aumenta, acarretando prejuízos ao patrimônio das empresas e colocando a vida das pessoas em risco — quando não morrem, os motoristas e demais vítimas podem acabar com sequelas graves.

Grande parte das empresas justifica tal postura alegando que existe uma burocracia muito grande para realizar o transporte de cargas, além da elevada carga tributária, a qual representa o último dos problemas de logística no Brasil sobre o qual falaremos aqui.

6. Carga tributária elevada

O Brasil é um dos países com maior carga tributária aplicada às operações logísticas no mundo. As taxas e tributos dificultam a redução dos custos logísticos e acarretam fretes cada vez mais altos para as empresas, tornando difícil o crescimento dos negócios e da economia como um todo.

Às empresas, resta a alternativa de realizar um bom planejamento tributário, procurando conhecer bem todas as normas relativas ao transporte e distribuição de cargas. Dessa forma, é possível cumprir as obrigações tributárias ao mesmo tempo que se busca opções para tornar as operações logísticas mais vantajosas, aproveitando os incentivos fiscais.

Para finalizar nosso artigo, vamos explicar como a terceirização dos serviços logísticos tem se apresentado como uma solução importante para resolver os problemas de logística no Brasil.

Como ter sucesso ao lidar com os problemas de logística no Brasil?

Diante de tantas dificuldades, muitas empresas encontram na contratação dos serviços logísticos uma solução eficaz para reduzir os custos e aumentar a produtividade dos negócios.

Entretanto, para que isso seja possível, é preciso procurar fornecedores de qualidade, que possam garantir a excelência no cumprimento de prazos, na preservação das mercadorias e na contratação de motoristas capacitados, entre outros fatores importantes.

Você tem dúvidas sobre como lidar com os problemas de logística no Brasil ou gostaria de nos contar como sua empresa está lidando com eles? Deixe sua pergunta ou compartilhe sua experiência nos comentários!

CTA_Patrus_Manual 5 maiores desafios da gestão logística e como resolvê-los_final

Deixe um comentário