Rastreie
sua carga
Icone informativo

Para viabilizar o acesso ao rastreio de sua carga, os seus dados pessoais e outros como CPF/CNPJ serão utilizados, bem como o número do pedido, da nota fiscal ou tracking number.

Após a sua disponibilização pelo usuário, titular do dado pessoal, a Patrus Transportes os utilizará unicamente para realizar a busca solicitada, indicando a localização da carga. Todo tratamento dos seus dados pessoais pela Patrus Transportes é realizada em conformidade e respaldo à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Para maiores informações, acesse a nossa política de privacidade e política de segurança da informação, neste link.

Clique para rastrear sua carga

Qual a diferença entre estoque e armazenagem? Entenda aqui

46310 Visualizações

Qual a diferença entre estoque e armazenagem? Entenda aqui

Qual a diferença entre estoque e armazenagem? Entenda aqui

Quem trabalha com logística sempre vê dois nomes muito presentes na rotina dessa área: estoque e armazenagem. Apesar de serem parecidos, os conceitos são diferentes e não devem ser confundidos. Mas, afinal, qual a diferença entre estoque e armazenagem?

Continue a leitura e encontre tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

O que é estoque?

Estoque, ou estocagem, se refere à guarda permanente ou temporária de matérias-primas e produtos semiacabados ou até mesmo mercadorias prontas para o consumo. O estoque está presente em diversas atividades, desde indústrias até lojas de varejo.

Um estoque é formado, portanto, de matérias-primas ou produtos. O termo estocagem se refere justamente a essa ação de acumular itens em estoque. Um estoque pode conter, por exemplo:

  • produtos prontos para serem vendidos ao consumidor final;
  • matéria-prima a ser empregada em um processo produtivo;
  • mercadorias para serem distribuídas entre diversas filiais.

Quando falamos em estoque, normalmente estamos nos referindo aos produtos que estão guardados.

O que é armazenagem?

A armazenagem, por sua vez, é um conceito muito mais amplo. A estocagem é apenas uma das atividades da armazenagem. Além disso, ela engloba também os processos logísticos ligados a distribuição de mercadorias, fluxo de produtos, equipamentos e tecnologias utilizados, embalagem, retirada de itens, expedição de produtos etc.

Quando falamos em armazenagem, normalmente estamos nos referindo a todas as atividades dos pontos de distribuição de mercadorias e materiais.

Ou seja, todas as atividades desenvolvidas nos depósitos, centros de distribuição e almoxarifados fazem parte do sistema de armazenagem de uma empresa.

Por isso, quando usamos o termo armazenagem estamos nos referindo a todas as operações que são necessárias para manter um estoque, deslocar mercadorias e suprir lojas, fábricas e clientes.

Afinal, qual a diferença entre estoque e armazenagem?

Agora que você já conhece os conceitos, chegou a hora de ter uma ideia mais clara sobre as diferenças e as estratégias adotadas para cada um desses processos. Confira alguns aspectos-chave do estoque e da armazenagem!

Produtos e matérias-primas

Há quem defina estoque como a guarda de matérias-primas e armazenagem como a guarda de produtos acabados. No entanto, na prática, tanto estoque quanto armazenagem podem conter produtos acabados e matérias-primas.

Nesse sentido, os dois conceitos acabam ficando muito próximos e cabe a cada empresa estabelecer as diferenças. De maneira geral, podemos relacionar a armazenagem à guarda de todos os estoques, independentemente do material a ser estocado.

Dinamismo

O estoque remete a algo mais estático. A armazenagem, por outro lado é um ambiente totalmente dinâmico.

Os processos logísticos de movimentação e distribuição de mercadorias acontecem de maneira rápida e a armazenagem precisa ser algo flexível. Os profissionais dessa área precisam saber lidar com essa rapidez e gerir as movimentações.

Estrutura

Como já falamos, o processo de estocagem faz parte das atividades de armazenagem. Para fazer a armazenagem, precisa-se não apenas do espaço físico dos estoques, mas também de uma estrutura completa de armazéns, prateleiras, empilhadeiras, paletes etc.

Abrangência

As funções da armazenagem abrangem o recebimento, conferência, separação, estocagem, retirada do estoque, embalagem, expedição e todas as demais atividades ligadas ao processo de entrada e saída de mercadorias.

Quais as estratégias adotadas para cada atividade?

O estoque impacta diretamente no fluxo de caixa e nas estratégias de vendas. Já a armazenagem tem ligação com a logística e com os centros de distribuição. Portanto, as estratégias usadas para cada um dos processos são completamente diferentes.

Ao planejar o estoque, o empreendedor ou gestor precisa ter em mente questões como:

  • Quais mercadorias vendem mais?
  • Quais matérias-primas são mais utilizadas no processo produtivo?
  • Quais itens são insubstituíveis e não podem faltar em nenhuma hipótese?

O gestor também precisa se lembrar de que mercadoria parada em estoque é sinônimo de dinheiro perdido. Portanto, os itens em estoque precisam ser escolhidos de maneira inteligente.

Já na hora de planejar a armazenagem, os profissionais devem pensar em sistemas para controlar o fluxo de mercadoria, documentar os produtos e agilizar as movimentações.

A armazenagem e a logística têm impacto direto na produção, na disponibilidade de produtos e nos prazos de entrega. Assim, as estratégias adotadas para planejar a armazenagem precisam levar em conta todos os equipamentos necessários, os processos, a documentação, o pessoal, o aproveitamento do espaço físico e os procedimentos de organização dos estoques.

Também é responsabilidade da armazenagem elaborar estratégias e sistemas de controle para reduzir perdas de mercadoria e controle de estoque

Por que o planejamento do sistema de armazenagem é importante?

Planejar a armazenagem é uma grande responsabilidade e impacta diretamente tanto no resultado financeiro quanto no cumprimento de prazos pela empresa. Veja alguns dos aspectos mais importantes sobre a armazenagem!

Uso de mão de obra e equipamentos

Uma armazenagem bem planejada vai otimizar as atividades da mão de obra disponível e o uso dos equipamentos, garantindo ociosidade mínima.

Registro e controle

Registrar e controlar todas as entradas e saídas de mercadorias também faz parte das atribuições da armazenagem. Fazendo isso, as perdas e desperdícios são minimizados, garantindo mais lucratividade.

Embalagem e distribuição correta

O sistema de armazenagem também se preocupa com a correta embalagem e distribuição dos itens. Assim, os pedidos chegarão aos seus destinos com os produtos e mercadorias corretos e em bom estado.

Utilização do espaço e organização

Um bom planejamento também vai garantir que o espaço disponível seja utilizado da melhor maneira possível. Também é interessante implementar um sistema para garantir que os itens sejam retirados na ordem correta (rotatividade do estoque) e, ao mesmo tempo, possam ser encontrados nos estoques com rapidez e eficiência.

Portanto, com um bom sistema de armazenagem, todas essas vantagens se unem para trazer mais produtividade, segurança e agilidade para a empresa. Por fim, o maior resultado de um estoque organizado e uma armazenagem bem planejada é a satisfação dos distribuidores, das filiais e dos clientes finais.

E aí, gostou de saber qual a diferença entre estoque e armazenagem? Aproveite, então, para aprender ainda mais sobre a importância dos indicadores de desempenho logísticos!