Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

Conheça 5 empresas que são exemplo de logística como diferencial

4059 Visualizações

Conheça 5 empresas que são exemplo de logística como diferencial

Conheça 5 empresas que são exemplo de logística como diferencial

A internet e os avanços da tecnologia resultaram em um aumento impressionante do número de compras e movimentação de mercadorias. Da mesma forma, os clientes começaram a se tornar mais exigentes e bem informados, pois a troca de comentários sobre empresas e produtos é intensa no ambiente virtual.

Assim, empreendimentos logo perceberam a importância de investir na logística como um diferencial para expandir negócios e oferecer um serviço superior que conquistasse os consumidores. Se a concorrência no mercado é alta, empresas sabem que realizar entregas eficientes é crucial para vencer as instituições rivais e se destacar.

Para você se inspirar e saber o que é preciso ser feito para alcançar o sucesso, conheça 5 cases de empresas que são exemplos de logística e souberam transformar a cadeia de suprimento em um aspecto crucial de seus negócios. Acompanhe a leitura e confira!

1. Amazon

O primeiro exemplo de sucesso não poderia ser outro a não ser de um dos e-commerces mais bem-sucedidos do mundo e fonte de inspiração primordial sobre inovação em logística. Fundada nos anos 90 nos Estados Unidos, a Amazon oferece uma gama imensa de produtos em seu site e coleciona milhares de acessos.

Para dar conta do grande volume de pedidos e clientes, a empresa apresentou um avanço estrondoso quando seu fundador, Jeff Bezos, percebeu que era indispensável investir alto em logística.

Assim, a Amazon foi pioneira em diversas modalidades de remessas como entregas expressas feitas no mesmo dia, adoção de meios alternativos como drones, bicicletas e táxis, bem como a criação de uma frota própria.

A priorização da redução do prazo de entrega e do uso da análise de dados para compreender e antecipar as demandas dos clientes são dois exemplos de práticas que são o forte da empresa e norteiam suas estratégias e planos futuros.

2. Unilever

Outro exemplo do uso da tecnologia para manter a logística em alta performance é o da Unilever. A empresa é uma forte multinacional do setor de higiene pessoal, limpeza e alimentação, e a presença de seus produtos em diversas redes de varejo é forte.

Para alimentar seus canais de venda de forma eficaz, a Unilever apostou na criação de Centros de Excelência, nos quais todos os processos de distribuição, transporte e armazenagem são coordenados.

A grande sacada da empresa foi identificar que cada região do mundo possui peculiaridades e exigências distintas, assim, cada centro funciona de forma a se adaptar à realidade local para oferecer um serviço mais efetivo.

3. Natura

A maior empresa brasileira de cosméticos, a Natura distribui seus produtos com sucesso por todo o país e também na América Latina, por meio de etapas de produção e distribuição padronizadas, alinhadas e apoiadas nas melhores práticas do mercado.

A empresa aposta em tecnologia para aprimorar as entregas dos pedidos tanto de varejistas como as feitas diretamente em seu e-commerce.

Em seus centros de distribuição, chama a atenção o conceito de Armazém Vertical, um sistema de gestão de estoques que realiza a conservação dos produtos de acordo com sua data de validade, frequência de vendas e disponibilidade.

Totalmente automático e integrado com o software que administra os demais setores da empresa, essa ferramenta é um modelo de inovação da gestão de estoque.

No entanto, a Natura se estabeleceu como um grande exemplo de logística relacionada à responsabilidade social e ambiental — tanto que essa marca passou a fazer parte de sua identidade visual. Assim, a empresa foi uma das pioneiras no país ao investir em embalagens únicas, feitas com material reciclado, e também no modelo de refil, que contribui para reduzir a produção excessiva de lixo.

4. Netshoes

A Netshoes faz parte do ranking dos 10 maiores e-commerces no Brasil e é dominante no ramo de artigos esportivos. Uma das lições mais interessantes da empresa é a otimização da despesa com o frete. Contudo, ela não fez só isso: o objetivo é que o cliente perceba o custo-benefício e o valor agregado pelo gasto com esse serviço.

Por exemplo, para receber um produto no mesmo dia, o consumidor entende que o frete sairá pelo mesmo preço que ele pagaria pelo deslocamento e estacionamento se fosse a uma loja.

Para realizar entregas tão rápidas, a empresa ampliou sua estrutura de distribuição, priorizando locais com fácil acesso a importantes rodovias. Ademais, a Netshoes investe na adoção de etapas enxutas e simples, logo, sua equipe consegue preparar pedidos em, no máximo, duas horas — desde que o pagamento tenha sido aprovado.

Para realizar o transporte das mercadorias, a instituição conta com o serviço de transportadoras parceiras, com as quais mantém um relacionamento próximo.

5. Walmart

O segredo do gigante americano Walmart para manter seus preços baixos e um alto número de vendas está, na verdade, em um excelente trabalho de logística e distribuição.

Nos anos 80, o Walmart foi uma das primeiras empresas a adotar um sistema de gestão de estoques para suas lojas que eram de fato controladas pelo fornecedor — o VMI. Atualmente, a empresa continua sendo um exemplo de inovação e de eficiência em logística ao incorporar boas práticas como:

  • adoção do sistema de armazenagem e preparação de pedidos por meio da voz — Voice Picking —, que reduz significativamente o número de etiquetas impressas e o uso de papel;
  • otimização do transporte: o mesmo caminhão que deixa o centro de distribuição lotado com produtos para as lojas, retorna repleto de produtos das indústrias próximas parceiras, o que representa uma enorme economia de combustível;
  • aperfeiçoamento das embalagens de modo que o espaço nas carretas seja mais bem utilizado;
  • uso da tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) nas etiquetas dos produtos, assim é possível saber o conteúdo de caixas mesmo sem ter que abri-las, encontrar facilmente mercadorias e se informar sobre a necessidade de reposição dos estoques. Essa tecnologia previne problemas como perdas, desperdícios e extravios.

Como você pode ver, os processos da cadeia de suprimentos são, muitas vezes, as bases para que uma empresa fortaleça sua marca e conquiste um espaço no mercado. Assim, aproveite as lições desses exemplos de logística fazer da supply chain da sua empresa um verdadeiro sucesso!

Gostou de conhecer esses 5 exemplos de logística? Então, não deixe de compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais e divida esses conhecimentos com seus amigos!

CTA_Patrus_7 passos para fazer da logística um diferencial competitivo_final

Deixe um comentário