Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

Entenda o impacto da tecnologia no transporte de cargas!

364 Visualizações

Entenda o impacto da tecnologia no transporte de cargas!

Entenda o impacto da tecnologia no transporte de cargas!

Seguindo a tendência de otimização dos processos empresariais, especialmente no setor de logística, o uso da tecnologia no transporte de cargas tem se apresentado como imprescindível para a melhoria de sua qualidade e segurança.

Atualmente, as transportadoras contam com o auxílio de diversas ferramentas e sistemas capazes de melhorar a eficiência da logística e torná-la ainda mais atrativa ao cliente.

A inovação proporcionada pelos avanços tecnológicos no transporte se estendem a diferentes níveis. Ela parte da cadeia interna das empresas — em processos como a armazenagem, estocagem e manipulação de mercadorias — e alcança até as atividades externas.

Os caminhões, por exemplo, hoje têm capacidades maiores de carga e consomem menos combustível e, graças à inovação, proporcionam uma maior segurança e conforto ao motorista. No entanto, como veremos no artigo de hoje, isso não é tudo!

No decorrer deste post mostraremos os impactos da tecnologia no transporte de cargas, ressaltando a sua grande importância para as empresas do setor. Confira!

Tecnologia no transporte: um fator decisivo para sua eficiência

Nos últimos anos, a tecnologia tem se transformado em uma grande aliada das empresas contemporâneas. Dificilmente encontramos um negócio que não desfrute dos benefícios de algum recurso, e essa é uma realidade que se estende a todos os segmentos do mercado.

Quando falamos em logística, esse é um ponto que merece ainda mais destaque. Como há sempre uma busca muito intensa por qualidade e eficiência dos processos logísticos, o uso de tecnologia é primordial na área.

Por isso, é indiscutível o impacto positivo proporcionado pelos recursos tecnológicos dentro da rotina das empresas de transporte. Afinal, o apoio tecnológico tem sido determinante para melhorar a eficiência dos deslocamentos, tornando as operações menos onerosas e mais ágeis.

Além disso, a tecnologia é um fator que demonstra a preocupação das transportadoras em desenvolver suas atividades de maneira mais alinhada às novas demandas de um mercado altamente competitivo.

Em outras palavras, pode-se concluir que as empresas de transporte mais antenadas e preocupadas em modernizar a aperfeiçoar os processos logísticos de entregas de cargas devem ter a tecnologia como aliada.

Portanto, antes de contratar uma empresa do ramo, procure avaliar o nível de investimentos em tecnologia feito por ela. Afinal, isso assegura que seus clientes sempre tenham suas demandas e expectativas atendidas.

Tendências tecnológicas para o transporte de cargas

Conforme visto, a logística é um dos setores que mais se beneficiam dos avanços tecnológicos. Aliás, é interessante observar que a otimização desses processos, em grande parte, se deve à utilização de soluções fornecidas pela tecnologia da informação (TI) e pela tecnologia da comunicação (TC) — a exemplo dos sistemas de gerenciamento de transporte (TMS), sistemas de roteirização, rastreamento e monitoramento, assim como os sistemas de gerenciamento de armazéns (WMS).

Pensando em mantê-lo atualizado sobre as novidades do mercado e, assim, ajudá-lo a se tornar um gerente cada vez mais eficiente, preparamos um tópico bem informativo sobre as tendências tecnológicas para o setor.

Quer se informar melhor? Conheça um pouco mais sobre cada uma dessas novas tecnologias:

1. Sistemas de Gerenciamento de Transportes (TMS)

Essa ferramenta tem como foco o controle do desempenho de cada uma das operações envolvidas no transporte, por meio de informações em tempo real fornecidas por GPS.

Em um cenário no qual o consumidor busca cada vez mais por rapidez e segurança na entrega de seus pedidos, esse recurso auxilia o gerenciamento de toda a frota de veículos e dos fretes, tendo como base informações integradas de custos — como a documentação, o acompanhamento dos funcionários, os materiais de consumo, os cálculos de valores de fretes e a emissão de relatórios de desempenho.

De maneira geral, o sistema fornece um panorama das operações, permitindo ao gerente e aos demais envolvidos o acesso, em tempo real, a dados importantes para a melhoria dos transportes.

2. Sistemas de rastreamento e monitoramento

Os sistemas de rastreamento e monitoramento de cargas tem se tornado uma tendência muito forte no setor. As melhores transportadoras já fazem uso dessa ferramenta, usufruindo de inúmeros benefícios:

  • entregas mais rápidas e seguras;

  • ganho de credibilidade e confiança perante o consumidor;

  • redução da ansiedade e reclamações de clientes;

  • possibilidade de programar entregas;

  • maior controle da empresa sobre suas mercadorias e entregas.

Via de regra, o sistema funciona da seguinte maneira: é feita a instalação de módulos rastreadores via satélite em cada veículo da frota e, a partir disso, ele estabelece uma conexão contínua durante os deslocamentos.

Um software moderno e completo oferece o suporte para a análise de todas as informações fornecidas por esses rastreadores e, desse modo, é possível acompanhar diversos aspectos do percurso, como:

  • controle de tráfego;

  • velocidade média e instantânea;

  • tempo gasto nas paradas;

  • consumo de combustível, entre outros.

Além disso, esses sistemas têm a função de garantir a segurança da carga e do motorista, pois tornam mais difícil a atuação de criminosos especializados em furtos e roubos de cargas.

3. Sistemas de roteirização

Planejar rotas de deslocamento é uma estratégia muito positiva para o transporte de cargas. Isso porque, além da redução do prazo de entrega, o procedimento é executado com mais segurança e menos custos.

Assim, um sistema de roteirização tem como principal função a otimização das rotas de viagens, já que se encarregam de fornecer as melhores alternativas de trajetos com base em mapas digitais.

A utilização de informações de geolocalização evita que caminhões transitem por locais perigosos, desviem de rodovias e estradas em más condições e sigam rotas desnecessárias, mais longas ou que possam gerar gastos maiores para a empresa com o consumo de combustível, pedágios e desgastes do caminhão.

Ademais, é importante mencionar que esse recurso tecnológico favorece e simplifica o cálculo do frete e do próprio prazo de entrega, que passa a ser mais preciso.

4. Sistemas de gerenciamento de armazéns (WMS)

Além dos processos externos relacionados ao transporte de cargas, os processos internos são imprescindíveis para o sucesso do processo. Portanto, cuidar dos armazéns e centros de distribuição é essencial.

Ou seja, a tecnologia também impacta os transportes em sistemas internos e de apoio nas empresas. A partir dos “WMS” é possível administrar diversos pontos de apoio da logística, a exemplo dos:

  • fluxos de entregas;

  • estocagem;

  • separação e expedição de mercadorias;

  • localização de produtos nos armazéns;

  • suporte logístico.

De modo geral, esses sistemas são capazes de melhorar significativamente a agilidade na separação de mercadorias, a partir de um amplo controle dos armazéns.

A consequência direta disso é a melhoria na qualidade e rapidez dos transportes, além do aumento no nível de satisfação dos clientes que contratam os serviços de empresas que os utilizam.

5. Avanços na indústria automobilística

Não podemos deixar de citar como os avanços obtidos pela indústria automobilística favorecem o transporte de cargas. Afinal, não há como assegurar qualidade a esse processo se os veículos forem obsoletos e ineficientes.

É perceptível como os veículos de cargas foram aperfeiçoados com os avanços da tecnologia. Atualmente, as empresas têm à disposição o que há de mais moderno, econômico e confortável para as operações de transporte.

A ergonomia dos caminhões — que facilita a vida do motorista — e os sistemas de segurança — como os que os mantêm na faixa correta ou efetuam a frenagem para evitar colisão — são alguns exemplos de melhorias proporcionadas pela tecnologia.

Ademais, é interessante observar o nível de sustentabilidade desses veículos. As montadoras estão cada vez mais preocupadas em produzir caminhões que sejam, ao mesmo tempo, modernos e menos poluentes.

Atualmente, elas aplicam inúmeros sistemas de controle de emissão de poluentes, como o opacímetro — que mede a emissão de CO2 — e os tanques auxiliares de ARLA 32 presentes em veículos de grande porte e que tem como finalidade reduzir as emissões de NOx (óxido de nitrogênio).

Nesse contexto, a título de exemplo, empresas com responsabilidade ambiental têm aderido aos programas de redução de CO2 e aplicado soluções tecnológicas para alcançá-la.

A tecnologia no transporte de cargas como diferencial competitivo de seu negócio

Conforme apresentado, os inúmeros avanços tecnológicos dos últimos anos têm proporcionado um ganho significativo de eficiência e qualidade à logística empresarial. Mas como isso pode se tornar o diferencial competitivo de seu negócio?

Primeiramente, é preciso entender que em um mercado no qual a competitividade é marca registrada, a aplicação de tecnologias que otimizam processos, tarefas e fluxo de informações não é um simples facilitador, mas sim o diferencial de sua empresa.

Afinal, lembre-se de que, para conquistar a preferência de consumidores exigentes, a agilidade e eficiência de suas entregas é vital.

Confira a seguir as vantagens de se utilizar tecnologia como uma estratégia de negócio:

1. Reduz custos

Em um cenário de crise econômica e competitividade de mercado, é natural que os negócios busquem por redução de custos. Porém, como qualquer estratégia empresarial, a redução de custos não pode ser realizada de maneira aleatória.

É por isso que se diz que investir em tecnologia é uma maneira inteligente de cortar gastos. Apesar de demandar recursos iniciais, essa decisão traz inúmeros benefícios a longo prazo.

2. Melhora o controle de estoque

Para que o transporte de cargas consiga ser executado com perfeição é necessário que o estoque esteja sempre equilibrado, já que produtos em excesso ou em falta no estoque podem se transformar em obstáculo à eficiência das entregas.

Nesse contexto, não restam dúvidas de que o uso de tecnologia se transforma em um diferencial competitivo na medida em que melhora a gestão do estoque da empresa.

3. Fornece maior integração à cadeia de suprimentos

Outro aspecto que demonstra o importante papel dos recursos e ferramentas tecnológicas em um ambiente empresarial é a integração dos sistemas, processos e indivíduos envolvidos com a cadeia de suprimentos.

Para que você compreenda melhor como isso pode ser considerado um diferencial, basta entender que teremos mais clareza e organização na logística, já que todos os colaboradores têm acesso às mesmas informações, o que minimiza erros e falhas de comunicação.

4. Aperfeiçoa a experiência do cliente

A razão de existir de um empreendimento deve ser sempre buscar satisfazer seus clientes. É certo que tal tarefa tem se tornado um desafio cada vez maior para gestores e administradores e, portanto, medidas estratégicas são essenciais.

É possível perceber que a tecnologia — e todas as suas faces e recursos — contribui para que a empresa obtenha um lugar de destaque no mercado.

Em geral, negócios que apostam em modernização e uso de tecnologias conseguem entregar aos seus consumidores uma experiência de compra mais confortável e satisfatória, o que, nos dias de hoje, pode ser considerado um importante diferencial competitivo.

Por isso, a solução pode ser encontrada a partir da adesão ao modelo de logística contratada, por meio de transportadoras experientes e que valorizam os aspectos mencionados no decorrer deste post.

Lembre-se: o mercado é intransigente e seletivo. Negligenciar o papel da tecnologia é, de certa forma, atrasar os avanços da sua empresa e perder uma grande aliada para a redução de custos dos transportes.

Dessa forma, é fundamental que os gerentes logísticos conheçam os impactos da tecnologia nas empresas e, mais que isso, movimentem-se para que seus recursos sejam aplicados. Isso certamente coloca a empresa a um passo à frente das concorrentes.

Ao longo do post de hoje, você percebeu o quanto a tecnologia no transporte de cargas é importante para a conquista de entregas rápidas, seguras e com qualidade. Embora algumas empresas tenham dificuldades em aderir às inovações tecnológicas pela carência de infraestrutura e, principalmente, de planejamento estratégico, é preciso lembrar que essa é uma medida indispensável nos dias atuais.

Com a globalização e o crescente acesso à informação, configura-se uma tendência de que o consumidor seja cada vez mais exigente e seletivo, e isso demandará que as empresas estejam preparadas para satisfazer suas expectativas.

Portanto, com a leitura do post de hoje esperamos ter ajudado você a compreender o porquê de se apostar em tecnologia no transporte de cargas e no quanto é essencial contar com uma transportadora moderna e atenta a essas inovações.

Gostou do post? Tem interesse em conhecer e aprender um pouco mais sobre o universo da logística? Então, assine a nossa newsletter e receba todas as novidades em primeira mão!

Deixe um comentário