Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

Gestão em logística: 5 erros fatais para os processos da sua empresa

441 Visualizações

Gestão em logística: 5 erros fatais para os processos da sua empresa

Gestão em logística: 5 erros fatais para os processos da sua empresa

Administrar o fluxo dos materiais que chegam para a produção e coordenar as entregas dos produtos finais para os consumidores são funções importantes da logística. Por isso, para garantir qualidade e clientes satisfeitos, uma empresa não pode de forma alguma negligenciar a gestão dos processos logísticos.

Erros na coordenação desse setor podem gerar prejuízos financeiros para uma instituição e uma sequência de falhas como falta de materiais, veículos sem manutenção, perdas de encomendas, atrasos na entrega, entre muitos outros. 

Consequentemente, a empresa perde credibilidade perante os clientes e sua marca se enfraquece. Em um mercado altamente competitivo, apostar em eficiência e otimizar processos para que as falhas sejam reduzidas são práticas que farão a diferença para o crescimento de um negócio

Assim, para ter mais sucesso e aplicar apenas as melhores práticas de gestão em logística, conheça 5 erros que você deve evitar e descubra também a forma ideal de contorná-los. Confira! 

1. Não abordar a cadeia logística como uma estrutura dinâmica

Os processos que acontecem em uma cadeia de suprimentos não são fixos, ou seja, cada uma das etapas pode influenciar em outros pontos e causar alterações. Muita coisa pode mudar de acordo com as demandas dos clientes. Podem acontecer, inclusive, momentos em que a logística reversa seja aplicada. 

Sendo assim, o ideal é adotar uma postura flexível e pensar na cadeia logística como algo dinâmico. Imprevistos e mudanças podem causar impacto desde o momento da gestão de compras até o transporte de produtos. Portanto, gestores devem estar sempre preparados para avaliar as melhores alternativas e escolher soluções. 

2. Falhar no preparo da equipe

Empresas que trabalham com produtos e serviços têm o objetivo de fazer vendas, por isso aplicam seus esforços no departamento comercial para preparar melhor os vendedores. 

Contudo, se os profissionais de logística não estiverem bem preparados para atender os clientes, isso pode resultar em uma experiência de compra ruim. De nada adiantou o trabalho do vendedor se o cliente recebeu sua mercadoria com atraso ou avarias. 

Sendo assim, é extremamente importante capacitar os profissionais de logística, de forma que estejam bem preparados para aplicar boas práticas e estratégias de gestão do estoque e do ciclo dos pedidos.

Uma equipe bem treinada domina as operações do fluxo da cadeia produtiva com maestria, por isso conseguem realizar tarefas com agilidade e eficiência. Esse aspecto fará toda a diferença para que o cliente tenha uma experiência incrível com a empresa e queira se manter fiel a ela. 

3. Não contar com a tecnologia

Imagine a seguinte situação: um item entra no fluxo da cadeia de produção e a gestão, por algum motivo, o perde de vista totalmente. A falta de visibilidade e precisão das informações no processo de fabricação pode ocasionar problemas como erros, inconsistências, perdas, desvios ou extravios.

Além disso, se os gestores não acompanham cada etapa do processo, não podem interferir em um momento oportuno e realizar os ajustes necessários. 

Como podemos ver, não existe mais espaço no mercado para empresas que operam ainda manualmente e se perdem ainda no meio de tantas falhas.

Contar com o auxílio da tecnologia, por meio de um software de gestão logística, é a melhor forma de otimizar o fluxo operacional, automatizar tarefas e trazer mais clareza e simplicidade para a gestão do negócio. 

A tecnologia é uma grande aliada da logística. Além de cuidar de atividades operacionais, sistemas hoje permitem o monitoramento de cargas nas estradas, envios e coletas em tempo real, redobrando a segurança e garantindo a entrega.

Consequentemente, a empresa ganha competitividade, segurança e precisão dos dados, visão integrada e global dos processos e consegue realizar tarefas com rapidez, além de conseguir reduzir riscos e custos operacionais. 

4. Prometer e não cumprir

Cumprir com o que foi prometido para o cliente é obrigação de toda empresa. Assim, estipular prazos de entrega irreais ou vender produtos os quais você não sabe ao certo se possui em estoque podem ter consequências muito sérias.

Afinal, uma promessa não realizada pode comprometer a imagem e a reputação da empresa, impedindo que ela consiga realizar novos negócios e expandir seu mercado. 

Dessa forma, tenha cuidado redobrado com os prazos. Trabalhe com períodos viáveis e faça uma gestão eficaz tanto do estoque como do volume de requisições.

Caso você perceba que não poderá entregar alguma demanda que foi prometida, por conta de algum imprevisto, entre em contato o quanto antes com o cliente, explique o que aconteceu e use práticas de overdelivering. 

O overdelivering é uma tática de retenção de clientes na qual empresas entregam além do que foi pedido, de forma a surpreender o consumidor e estimular sua fidelidade à marca.

Dessa maneira, ofereça um brinde, um desconto ou outra vantagem para reparar o erro. Assim, você tem grandes chances de reverter a situação e impactar o cliente positivamente. 

5. Não se preocupar com o estoque

Possuir muitos itens acumulados em estoque ou, ao contrário, estar com materiais em falta para a produção são duas situações que causam muita dor de cabeça e prejuízos financeiros para uma empresa.

Sendo assim, vemos que a gestão do estoque é um ponto crucial em logística, afetando de forma significativa no preço do produto e na lucratividade da instituição. 

Não possuir um sistema bem estruturado de controle de entrada e saída de itens é um erro de logística. A falta de organização propicia questões como desvios, desperdícios e perdas. Portanto, investir em uma gestão assertiva do estoque é o melhor caminho para um negócio.

Mais uma vez, contar com a tecnologia é essencial. Softwares que integram a gestão do estoque com os setores de compras e transportes são a solução ideal para uma administração bem-sucedida do estoque.

Para conseguir resultados satisfatórios para sua empresa e superar a concorrência, é preciso contornar os desafios da cadeia de suprimentos e investir em boas práticas de gestão em logística. Dessa forma, você evita o acontecimento de erros graves que podem colocar o nome do seu negócio em cheque e espantar seus clientes. Fique atento! 

Você gostou de ler mais sobre os erros fatais na gestão em logística? Você já cometeu algumas dessas falhas? Quais são os maiores desafios que você enfrenta no setor? Compartilhe suas ideias e experiências conosco nos comentários! 

CTA_Patrus_Manual do Lean Manufacturing no transporte de cargas_final (1)

Deixe um comentário

Open chat