Rastreie
sua carga
Clique para rastrear sua carga

Entenda as diferenças entre carga fracionada e completa!

362 Visualizações

Entenda as diferenças entre carga fracionada e completa!

Entenda as diferenças entre carga fracionada e completa!

 

Você sabe qual é a diferença entre carga fracionada e carga completa? Como gestor de logística, você certamente já conhece essas duas modalidades de cargas, mas será que já domina o assunto?

Estamos lidando com dois conceitos essenciais para o dia a dia do setor e que influenciam diretamente a qualidade do transporte executado. Essa, aliás, é uma das razões pela qual o tema merece uma atenção especial.

Ouvir esses termos é uma situação relativamente comum. Mas, se você ainda não entende exatamente as diferenças entre eles e se busca tornar sua equipe mais produtiva e assegurar um transporte de cargas eficiente e seguro, essa é uma leitura obrigatória.

Nós preparamos este post para ajudá-lo a compreender melhor as duas modalidades de cargas e, assim, organizar melhor a logística de sua empresa.

Quer aprender um pouco mais sobre o assunto? Continue lendo o post de hoje!

O que é carga completa?

O setor de transportes é repleto de terminologias próprias e, provavelmente, ao contratar uma transportadora, você já deve ter ouvido falar em carga completa. Mas, afinal, o que é isso?

Em resumo, quando se fala em carga completa ou carga fechada, faz-se referência à modalidade de transporte em que o caminhão é utilizado exclusivamente por um contratante. Ou seja, todos os produtos dentro do caminhão pertencem a um mesmo embarcador.

Assim sendo, teremos um veículo preenchido (ou não) por produtos de uma mesma empresa, sendo que existem inúmeras razões para isso:

  • a quantidade de produtos é suficiente para lotar o compartimento do caminhão;

  • o tipo de mercadoria exige que ela seja transportada sozinha;

  • há a necessidade de uma entrega mais rápida ou imediata;

  • os custos de manuseio e movimentação da carga para dividir o caminhão não são interessantes.

Com isso, existem situações em que o uso da carga completa é mais indicado. Imagine, por exemplo, que você precise realizar o transporte de cargas perigosas. Isso, necessariamente, deverá ser feito por meio de uma carga completa.

De igual maneira, caso tenha urgência na entrega da mercadoria, essa é a modalidade mais adequada, uma vez que na carga fracionada o caminhão entrega diversos produtos a diversos clientes, o que pode comprometer seu prazo de entrega.

O que é carga fracionada?

Antes do surgimento das transportadoras, era comum que as próprias empresas investissem em uma frota de caminhões exclusiva e executassem o transporte de cargas. No entanto, principalmente no setor varejista, o que se percebia era que, por diversas vezes, o caminhão se deslocava quase que vazio.

Não é difícil imaginar o quanto é desvantajoso transportar um caminhão com pouca carga: perde-se tempo, dinheiro e um espaço valioso que poderia ser aproveitado com outros produtos.

Diante dessa demanda, surgiu a carga fracionada. Uma modalidade que veio corrigir erros do modelo de carga completa e aproveitar melhor as viagens que até então eram realizadas.

Assim sendo, de 1980 para cá, as transportadoras se desenvolveram bastante, e muitas empresas passaram a abandonar suas frotas exclusivas para terceirizar esse serviço de forma eficiente e econômica.

Assim, uma carga fracionada nada mais é do que o compartilhamento de caminhões por diversos clientes a fim de tornar os custos mais interessantes. Ou seja, você não precisa arcar com o custo integral do frete e paga apenas pelo espaço que utilizar dentro do caminhão.

Portanto, as principais características desse modelo de transporte de carga são:

  • transporte de pequenas cargas, que não completariam o veículo sozinhas;

  • uso de rotas otimizadas, estratégicas e mais econômicas;

  • favorecimento do transporte para varejistas e até pessoas físicas.

Qual a logística por trás da carga fracionada?

Você pode estar se perguntando como essa estratégia é executada, não é mesmo? Apesar de parecer complexo, há toda uma logística por trás dessa modalidade, capaz de fazê-la funcionar com eficiência.

De modo geral, as transportadoras investem bastante no planejamento de rotas. Afinal, é preciso encontrar um caminho que consiga atender a todos os clientes interessados e otimize o espaço disponível no caminhão.

Além disso, quando as remessas são pequenas, a empresa responsável pelo transporte pode adotar a estratégia de buscar os produtos em carros menores e reuni-los em um galpão para, posteriormente, reorganizá-los no caminhão que executará a entrega ao cliente final.

É importante ressaltar que uma transportadora responsável avalia e distribui as cargas de modo a não comprometer a integridade do produto e tornar o deslocamento mais rápido, colocando, por exemplo, produtos leves e pesados no mesmo caminhão.

Ou seja, além de resolver o problema das transportadoras que viajavam com pouca carga no caminhão, a carga fracionada proporcionou mais economia àqueles que precisavam entregar seus produtos por um preço justo e em diversas localidades, independentemente do porte da empresa.

Quais as vantagens da carga fracionada?

Conforme demonstrado, a carga fracionada é um modelo que permite que várias empresas e remetentes compartilhem um veículo e realizem suas entregas, independentemente do tamanho da remessa.

Somente por essa análise já é possível perceber que ela pode ser interessante para diversas empresas, tornando-se um grande diferencial competitivo. Mas o modelo é tão importante na atualidade que resolvemos trazer para o post seus maiores benefícios. Confira!

Ajuda a reduzir custos logísticos

Em um mercado tão competitivo, um dos maiores objetivos de toda empresa é conseguir reduzir seus custos operacionais. Quando falamos sobre o setor de logística, não restam dúvidas de que o transporte representa um de seus maiores custos.

Entretanto, o corte de gastos é uma estratégia complexa e que demanda um prévio planejamento. Afinal, um passo em falso pode prejudicar os resultados de toda a empresa.

Nesse contexto, é interessante observar que a carga fracionada traz grande economia ao setor. Ora, a partir do instante em que você pode enviar seus produtos para qualquer lugar do país, pagando apenas pelo espaço e peso correspondente, naturalmente, o frete se torna mais atrativo.

Garante maior segurança ao transporte de cargas

Outro benefício considerável desse modelo de transporte é a segurança proporcionada aos produtos transportados.

De modo geral, as transportadoras costumam reunir produtos similares para o transporte e isso tende a reduzir extravios e contaminações. Assim, por exemplo, caso você precise enviar produtos perecíveis, eles, provavelmente, serão encaminhados juntamente com outros produtos perecíveis.

Adapta-se aos objetivos de todos os tipos e portes de empresas

Seja qual for o seu segmento de atuação e o porte de sua empresa, é certo que você poderá contar com as vantagens de realizar suas entregas por meio de uma carga fracionada.

Esse modelo é totalmente democrático e se adequa perfeitamente a qualquer negócio. Portanto, mesmo que você trabalhe uma empresa que atue no ramo alimentício ou no ramo dos cosméticos, poderá firmar uma parceria de sucesso com uma boa transportadora e conquistar ainda mais clientes.

Está em harmonia com os novos padrões de consumo

Não é novidade que as vendas online têm crescido bastante em nosso país. Nos últimos anos, temos presenciado a entrada de milhares de empresas ao universo virtual em sintonia com as demandas de um consumidor cada dia mais moderno e exigente.

A carga fracionada é uma estratégia de transporte que convive em harmonia com esses novos padrões de mercado, já que, quando um consumidor adquire um único produto em seu site, uma das melhores opções que sua empresa dispõe para a entrega é a contratação de uma transportadora de carga fracionada.

Em resumo, essa empresa será responsável por recolher a mercadoria em seu centro de distribuição, traçar uma rota e entregá-la em tempo hábil, de maneira que o cliente final possa monitorar todo o processo. Tudo isso com segurança e redução do valor do frete!

Quais cuidados você deve ter ao escolher entre carga completa e fracionada?

Até aqui é possível concluir que tanto a carga fracionada quanto a carga completa podem ser utilizadas por sua empresa a depender da sua necessidade.

Assim, como gestor de logística, após conhecer as características de cada uma delas, você deverá selecionar e determinar quando será necessário utilizá-las. Mas, para isso, é preciso levar em consideração alguns detalhes.

O modelo de carga completa, por ser mais caro, pode ser utilizado apenas em casos mais específicos. Ou seja, dê preferência a ele quando precisar de um transporte mais célere ou quando o tipo de produto demandar, conforme as características já apresentadas.

Já o modelo de carga fracionada, diante das vantagens que proporciona, deve ser utilizado com mais frequência, o que não quer dizer que não demande alguns cuidados especiais, como:

  • conhecer a reputação da empresa de transporte contratada;

  • reunir produtos semelhantes (cosméticos, calçados, eletrodomésticos, alimentos, produtos de limpeza etc.);

  • observar se o prazo previsto é condizente com as expectativas do cliente;

  • rastrear a carga e acompanhar a entrega dos produtos;

  • pedir um feedback do cliente final quanto à integridade do produto na entrega.

Entenda que, como esse modelo de transporte percorre diversas localidades entregando vários produtos, para que o negócio não enfrente problemas com seus clientes, é aconselhável adotar um sistema de gestão e monitoramento de cargas integrado ao sistema da transportadora.

Esse tipo de estratégia é essencial para que o gestor possa acompanhar em tempo real a localização da mercadoria e ter mais controle sobre a operação.

Como escolher a melhor transportadora de carga fracionada?

Depois de todas as informações apresentadas, chegou o momento de o ajudarmos a escolher a melhor transportadora de cargas fracionadas para sua empresa. Portanto, continue atento às dicas a seguir!

Avalie o histórico e clientes da transportadora

Uma das melhores maneiras de se atestar a qualidade e competência de uma transportadora é por meio da análise de seu histórico de atuação e de sua carteira de clientes.

Via de regra, as grandes empresas costumam se unir a transportadoras que tenham credibilidade e cumpram com as exigências do consumidor contemporâneo.

Ademais, uma breve pesquisa em sites de reclamação pode lhe mostrar como a transportadora vem sendo avaliada pelos clientes e demais usuários — e esse é um dado relevante na hora de firmar uma parceria como essa.

Observe a infraestrutura ofertada

Outro ponto que não pode passar despercebido em sua análise é a infraestrutura da transportadora. Afinal, quanto mais eficiente e moderna for a sua frota e sua logística, mais rápidas e seguras serão suas entregas.

Portanto, observe se os veículos são novos e se estão com as manutenções em dia. Analise, também, o tipo de suporte que ela oferece aos seus clientes e o nível de treinamento de seus colaboradores.

Lembre-se de que investimentos em infraestrutura demonstram que a transportadora está preocupada em entregar um serviço moderno, inovador e de qualidade.

Confira se a transportadora faz uso de recursos tecnológicos

A logística de entrega, como você sabe, deve pautar sua atuação em uma execução de excelência, em que erros e falhas operacionais e humanas precisam ser reduzidas ao máximo.

Nesse contexto, é evidente que o uso de tecnologia é essencial. Contratar uma transportadora que ainda não está antenada com as inúmeras tendências voltadas para esse universo pode ser um erro fatal e afetar sua reputação.

Por isso, pesquise, pergunte e avalie se a empresa faz uso de sistemas de rastreamento e monitoramento de carga, se possui softwares para realizar a roteirização das entregas e se adota métodos modernos para checar e assegurar o cumprimento dos prazos de entrega.

Esse tipo de cuidado é muito importante, pois influenciará diretamente na satisfação de seus clientes e, obviamente, em suas vendas e rendimentos.

Percebeu como conhecer as diferenças entre a carga completa e carga fracionada é importante para o seu trabalho? Um gestor de logística precisa estar sempre bem-informado sobre tudo o que envolve o transporte de cargas, afinal, esse é um ponto bastante sensível e importante dentro da empresa.

Agora que você pôde compreender melhor essas duas modalidades e conheceu todos os benefícios da carga fracionada — que tem crescido bastante em nosso país —, basta aproveitar as nossas dicas e encontrar e fechar uma parceria de sucesso com uma transportadora competente e dedicada em alcançar sempre os melhores resultados!

Gostou do post de hoje? Ele foi útil e o ajudou a aperfeiçoar seus conhecimentos? Então, não pare por aqui! Baixe agora, gratuitamente, o nosso Guia da carga fracionada e domine de uma vez por todas esse assunto!

CTA_Patrus_Guia definitivo do transporte de cargas fracionadas_final

Deixe um comentário

Open chat